Feliz Ano Novo! Feliz 2010!

É isso aí pessoal. 2009 está acabando e 2010 está às portas. Neste final de ano o volume de trabalho foi muito grande e sem internet em casa eu não consigo sequer fazer uma retrospectiva aqui do Trampolim RPG. Para o RPG e jogos de tabuleiro em Natal o ano foi excelente, com muitas iniciativas e eventos que devem ser replicados em 2010 – que segundo alguns terá inclusive o evento do século. Neste ano fui agraciado com grandes conquistas e muita experiência e como diz o saudoso Tio Ben “grandes poderes trazem grandes responsabilidades” e eu tenho feito de tudo para conseguir cumprir tudo que me é designado. Neste ano fui pai, sendo presenteado com um grande tesouro que protejo como um dragão vermelho. Conheci muita gente do RPG e jogos de tabuleiro em Natal e fora do estado, fiz importantes contatos e infelizmente tive que recusar alguns convites por pura falta de tempo. Em 2010 eu planejo ser mais organizado, conciliar mais coisas ao mesmo tempo, ser pai, esposo e jogar muito RPG e jogos de tabuleiro. Prometo fazer novas amizades, tentar iniciar novos grupos nas artes dos jogos e levar meu pequeno conhecimento a todos que precisarem. Em 2010 eu quero ler mais do que em 2009, quero fazer mais do que em 2009 e quero ganhar mais dinheiro que em 2009. Em 2010 conseguirei perseguindo os 20s naturais e treinarei perícias que não fazem parte de […]

Leia Mais →

Construção de Mundos 101: Quando os Documentos de Campanha sãoNecessários?

Este artigo foi escrito por Brandan Landgraff do d20 Source e foi publicado no dia 23 de dezembro de 2009 sob o título original World Building 101: When are Campaign Documents Needed. Durante esta série de artigos nós discutimos as formas de criar e usar documentos de campanha. Um dos tópicos ainda não cobertos é sobre quando usar ou não os documentos de campanha. Existem tantos estilos de campanha quanto narradores e nem todos os estilos de jogo necessitam do mesmo nível de detalhamento ou registro das informações. Alguns poucos estilos de campanha são apresentados abaixo, com considerações sobre a utilização dos documentos em cada um. Aventuras sem continuação Uma aventura sem continuação demanda pouco ou nenhum esforço na criação do mundo para torná-lo apreciável. Os históricos dos personagens raramente são detalhados, pois o importante é colocá-los diretamente na aventura e quando ela termina, os personagens se afastam. Aventuras sem continuação não demandam sequer um resumo da campanha. No entanto, caso o narrador planeje utilizar uma aventura sem continuação como parte de uma campanha, a criação de linhas gerais pode direcionar ganchos específicos do enredo que podem ser explorados, podendo também ser utilizadas para criar um grupo coerente. As bíblias de campanha não serão necessárias a menos que as aventuras sem continuação façam parte de um mesmo cenário. A mini-campanha Uma série curta de três ou quatro aventuras pode se beneficiar do esforço da criação de documentos de campanha pelas […]

Leia Mais →

Construção de Mundos 101: Bíblias de Campanha e Escopo

Este artigo foi escrito por Brandan Landgraff do d20 Source e foi publicado no dia 16 de dezembro de 2009 sob o título original World Building 101: Campaign Bibles and Scope. A construção de um mundo é divertida e gratificante, mas é fácil perder de vista o objetivo fundamental de sua bíblia de campanha quando você começa a escrever os detalhes do seu mundo de campanha. Uma bíblia de campanha pode ser um almanaque e uma enciclopédia, mas é importante manter o foco da campanha a medida que você está narrando-a, e não no mundo em si. A diferença entre os dois pode ser muito vaga, mas é uma diferença vital. Incluir alguma coisa na bíblia de campanha cria a expectativa naqueles que a lêem de que aquela informação está sendo incluída porque é importante para a campanha. Se a sua bíblia de campanha contém o mito sobre um homem que encontrou uma lança legendária que foi utilizada para matar um deus-dragão, então os seus jogadores irão – conscientemente ou não – procurar por esta lança em algum ponto do jogo. Se você incluir este mito apenas para dar profundidade ao mundo, então os jogadores poderão sentir-se desapontados quando ela não aparecer no jogo. O segundo fator importante quando escrever a sua bíblia de campanha é uma que já foi discutida – mantenha tudo organizado. Vamos dar uma olhada nas categorias básicas que foram discutidas no artigo Construindo Mundos 101: […]

Leia Mais →

Construção de Mundos 101: Mantendo a organização

Este artigo foi escrito por Brandan Landgraff do d20 Source e foi publicado no dia 9 de dezembro de 2009 sob o título original World Building 101: Keeping Organized. Na última semana discutimos os pros e os contras de vários formatos das bíblias de campanha. Uma coisa que permanece verdadeira, não importa o formato que você selecione para a bíblia de campanha, na verdade, a importância está em criar e manter o sistema organizado e acessível. Se você começar a escrever a bíblia com a organização em mente, a criação da bíblia será muito mais fácil, independente do formato. É importante explicar que antes que você comece a escrever qualquer coisa no seu diário de campanha, exceto talvez o que você inclua no resumo da campanha – a organização do documento deve ser considerado. Um esquema de organização prévio assegurará que desde o começo, sua informação será acessível e permanecerá assim – tentar organizar as coisas depois pode ser uma bagunça, especialmente se você simplesmente coloca todas as informações de qualquer maneira. Existe uma grande variedade de formas de planejar um esquema de organização para a sua bíblia de campanha. Se você favorece uma aproximação de cima para baixo, você poderia começar pensando em todas as categorias que você desejaria usar, então separe suas anotações para se ajustarem nestas categorias. Para uma aproximação de baixo para cima, rascunhe todos os bits de informação que você irá incluir, então separe-os em […]

Leia Mais →

Feliz Natal

O bastão solar natalino está prestes a ser acesso e torço que tenhamos todos a oportunidade de comemorar de forma grandiosa com nossos familiares e com aqueles que amamos, mas que ainda não fazem parte de nossa família. Que o peru seja grande (para quem gosta) e que a mesa seja farta. Que todos se encontrem com saúde e que as comemorações sejam memoráveis. Eu desejo a todos um Feliz Natal, cheio de paz, saúde, experiência e muitas moedas de ouro. Na segunda-feira estou de volta.

Leia Mais →

Dando um gostinho Old School à 4ª Edição

Este artigo foi publicado por Mike Shae do Sly Flourish em 21 de dezembro de 2009 sob o título original Giving 4e and Old-School Feel. O D&D 4ª Edição é claramente focado em “encontros”. Cada encontro normalmente (mas nem sempre) consiste de um cenário, como uma grande sala, com um grupo de criaturas cuidadosamente calculado para desafiar o grupo de personagens. Este é o estilo que nós usamos na 4ª edição, mas não tem quer o único. Hoje nós vamos falar sobre três formas de deixar as suas aventuras com um gostinho old-school, saindo um pouco do formato típico, baseado em encontros, das aventuras da 4ª edição. Muitas destas dicas vêm do excelente artigo Zen and Old-School D&D. Vamos às dicas: Use enigmas, não desafios Uma aventura old-school usa enigmas que devem ser desvendados pelos jogadores que estão na mesa, não desafios de perícias que são sobrepujados pelos personagens e suas perícias. Ao invés de uma estátua que requer cinco sucessos em jogadas de Arcanismo ou Atletismo para ser derrotada, você tem uma estátua que deve ser golpeada pelas quatro espadas das outras quatro estátuas na sala. Ao invés de uma porta dotada de um mecanismo complicado e uma armadilha arcana, você tem um enigma. Aventuras old-school focam a mente dos jogadores, não as estatísticas dos personagens. Mais batalhas, menos monstros Os encontros da quarta edição normalmente se desenrolam numa série de salas mortais com várias criaturas que totalizam o […]

Leia Mais →

Prelúdio – Sacrifice of the Widow

Enquanto o resumo não vem, traduzi o Prelúdio do primeiro volume da Trilogia Lady Penitent – The Sacrifice of the Widow. Duas divindades se encaram através de um imenso abismo: um portal entre dois domínios. Lolth e Eilistraee, mãe e filha. Deusa da escuridão e crueldade, deusa da a bondade e da luz. Eilistraee está nua na floresta, banhada pela luz da lua. Galhos grossos com pedras da lua branco-azuladas do tamanho de maçãs se entrelaçam formando um abrigo sobre sua cabeça. A deusa está nua, seus cabelos prateados, na altura dos tornozelos flutuando sobre uma pele negra aveludada como o fluxo de luz da lua líquida. Um par de espadas flutuam no ar, uma em cada lado. Suas lâminas prateadas vibram suavemente, a mistura de sua música produzindo o som de vozes femininas levantando-se numa canção sem palavras. A face de Eilistraee tem uma aparência orgulhosa e perfeita. Aquelas poucas sacerdotisas que viram sua face diretamente são capazes apenas de lembrar-se, entre lágrimas e soluços, que ela é bela além de qualquer descrição. Seus olhos são o que aquelas mulheres mortais se recordam melhor: íris que possuem uma tonalidade mutável de azul, o resplendor elusivo encontrado nas pedras da lua. Lolth, deusa das aranhas, está sentada em um trono de ferro negro, seu assento bulboso tão inchado como o abdômen cheio de ovos e apoiado por oito pernas segmentadas. Sobre ela, gritos de almas torturadas preenchem um céu tórrido negro e […]

Leia Mais →

Promoção de Natal World RPG

Produto sorteado: Um dragão de metal. Como participar: Para concorrer é necessário seguir os twitter @WorldRPG e @FRHarper e dar RT (Retwittar, Reescrever) uma ou mais mensagens com o link promocional ( http://migre.me/djeh ) até as 00:00 horas do dia 24 de dezembro de 2009. Para participar vale Retwittar quantas mensagens quiser, quanto mais, maior as chances de ganhar. Esta sofrendo de uma crise de criatividade e não sabe o que mandar? Nós resolvemos para você, você pode simplesmente copiar e colocar uma das mensagens abaixo: A @WorldRPG e o @FRHarper estão dando um super dragão de metal http://migre.me/djeh participe você também. ou Eu quero o dragão de metal que a @WorldRPG e o @FRHarper vão sortear http://migre.me/djeh ou Siga a @WorldRPG e o @FRHarper e concorra a um dragão de metal http://migre.me/djeh de RT você também. Escolhendo o ganhador: O sorteio será realizado pelo http://sorteie.me/ onde vamos usar o link promocional (http://migre.me/djeh) paraescolher o ganhador, vale lembrar que se o ganhador não for seguidor dos Twitters @WorldRPG e @FRHarper será desclassificado e um novo sorteio realizado. Data da realização da promoção: Inicio: 05 de dezembro de 2009 Termino: 24 de dezembro de 2009 as 23:59 horas

Leia Mais →

Romances e Imersão em Campanhas de RPG

Como anunciei neste artigo, a partir de janeiro de 2010 eu vou começar a postar os resumos de alguns romances que compõe a base dos eventos que chacoalharam os Reinos Esquecidos, os grandes eventos de transição e no momento já estou lendo e relendo, capítulo a capítulo o primeiro volume da série The Lady Penitent Trilogy, o livro Sacrifice of the Widow e confesso estar gostando muito da trama, embora só tenha lido os três primeiros capítulos. E daí? Todos já ouviram falar a expressão “quem lê viaja” e para quem narra ou mestra se preferirem, num cenário de campanha qualquer elemento que ajude aos jogadores interagirem melhor com o mundo ao seu redor é sempre bem-vindo. Tio Nitro escreveu no artigo “Literatura de fantasia como fonte de jogos de RPG” o que se pode tirar dos livros de fantasia para garantir uma maior imersão, exatamente o que muitos jogadores desejam. Conversando com alguns jogadores de minha mesa, principalmente a cerca do jejum que estamos fazendo em virtude do nascimento de meu filho, eles disseram que uma das coisas que eles mais gostam nas minhas aventuras são as referências históricas que eu procuro inserir, principalmente derivados de suplementos e sempre quando posso de romances, embora tenha lido poucos romances de Forgotten Realms. Lendo o Sacrifice of the Widow eu consigo visualizar nas ações dos personagens, tudo aquilo que leio nos suplementos sobre os drow e que tento transmitir sobre sua […]

Leia Mais →

Construção de Mundos 101: Formatos de Bíblias de Campanha

Este artigo foi escrito por Brandan Landgraff do d20source e foi publicado no dia 02 de dezembro de 2009 sob o título original World Building 101: Campaign Bible Formats. Ontem nós discutimos como “manter uma bíblia de campanha”, uma coleção de notas e documentos detalhando o mundo no qual a sua campanha irá se passar. As bíblias de campanha são ferramentas importantes para qualquer narrador, mas especialmente para aqueles que estão criando o seu próprio mundo de campanha ao invés de narrar seu jogo em um cenário publicado por alguma outra pessoa. Elas permitem que você crie a mesma familiaridade com seu mundo como se fosse um cenário publicado ou um cenário de uma ficção popular, como um Star Wars ou Forgotten Realms. Uma das primeiras escolhas que você faz quando está criando a sua bíblia da campanha é qual formato usar. Na realidade existem duas opções para o formato a ser criado: criar uma série de documentos manuscritos ou digitados em um notebook ou fichário, mas com a facilidade de disponibilidade de computadores e a rede mundial, existe agora um número de opções abertas para um aspirante a construtor de mundos. Continue lendo para ver mais algumas opções, com alguns prós e contras de cada opção: O Fichário A aproximação tradicional, como mencionada anteriormente, é manter um fichário ou notebook com as notas de um cenário de campanha. O fichário é provavelmente uma opção superior, pois ele permite expansões de […]

Leia Mais →