ForjaCast #1 – Entrevista com Guilherme Moraes sobre o Savage Worlds

Saudações leitores e leitoras! Hoje inauguramos o podcast do ForjaRPG, que tem o criativo nome de ForjaCast (eu sei, eu sei). E para o primeiro episódio tivemos a participação mais do que especial de Guilherme Moraes, da editora RetroPunk. Nos 44 minutos do episódio conversamos sobre o Savage Worlds e a campanha de financiamento coletivo que está prestes a entrar no ar sobre esse novo lançamento. A conversa foi muito bacana, o Guilherme deu uma leve introdução do sistema, falamos de todas as recompensas que estão planejadas, além de muitas informações sobre o financiamento coletivo e a decisão da RetroPunk de fazer o lançamento do SW nesse formato. O áudio teve alguns leves cortes devido a conexão do Skype não ser perfeitamente estável, mas esperamos que não atrapalhe muito. Infelizmente não lembramos de gravar uma introdução para o podcast com a apresentação, mas ela com certeza irá aparecer nos episódios futuros. Não deixe também de deixar sua opinião sobre o podcast, principalmente sobre a qualidade do áudio. A sintonia fina do formato ainda será acertada nos próximos episódios, então sugestões, críticas e elogios serão muito bem vindos. Não esqueça de assinar o Feed: http://feeds.feedburner.com/Forjacast  Links: RolePunkers #4 com a resenha exclusiva do Savage Worlds  Página da RetroPunk com as recompensas planejadas para o financiamento coletivo. Pinnacle, editora dona do Savage Worlds Deadlands [display_podcast]

Leia Mais →

Dungeon Monsters: Reta final do financiamento coletivo

Ainda não participou? Corra que o tempo está acabando! O prazo para participar do financiamento coletivo do card game Dungeon Monsters está se esgotando! Agora você tem menos pouco mais de uma semana para garantir a compra do jogo com um preço super-especial e com várias premiações extras! Então não perca tempo. Acesse o link abaixo, escolha sua premiação e particpe! Dungeon Monsters – Financiamento Coletivo Já participou? Confira as novas premiações! Graças a sua colaboração, Dungeon Monsters atingiu o seu valor de publicação em apenas 10 dias de financiamento coletivo e dobrou este valor em apenas 30 dias. Confira aqui as novas premiações conquistadas.  Como agradecimento, quando a campanha atingir R$10.000,00 todos os que colaboraram com R$35,00 ou mais ganham um porta-deck exclusivo para o jogo. Espalhe a notícia divulgando o financiamento coletivo do Dungeon Monsters, ajude a campanha a alcançar esta nova meta e garanta mais esta premiação!  Então não perca tempo. Confira abaixo a relação atualizada de premiações, escolha a sua e participe! R$ 15,00 Seu nome eternizado no Hall dos Heróis Lendários; Versão pdf do jogo; Cupom de 15% de desconto na Loja do Raccoon; Agradecimento. R$ 35,00: As recompensas acima mais uma caixa do jogo (contendo Baralho com Regras Autografadas); R$ 40,00: As recompensas acima mais Quatro cartas de Status (dois Heróis e dois Bananas); R$50,00: As recompensas acima mais um exclusivo Mouse Pad Dungeon Monsters; R$60,00: Uma caixa do jogo (contendo Baralho com Regras Autografadas); Uma exclusiva caneca Dungeon Monsters; Quatro cartas de Status (dois Herós e […]

Leia Mais →

Jogue RPG – Pergunte-me como

Nem todo começo é bom, assim afirmam muitas pessoas em relação a perda da virgindade. Mas muito embora a primeira vez não seja a melhor, a insistência e a prática levam a experiências cada vez melhores. Mas porque quando alguém joga RPG pela primeira vez e não tem uma experiência muito positiva, a tendência geral não é continuar tentando, assim como no sexo? Seria o prazer envolvido o que faz a diferença? Não! A minha proposta com este artigo não é propor uma forma de tornar a sua primeira experiência com o RPG algo tântrico! Nem mesmo fazê-lo morrer a pequena morte enquanto está jogando, mas sim, fornecer algumas dicas de como NÃO COMEÇAR ERRADO. O que começar errado significa? Me lembro de uma sessão de Natal By Night, lá pelos idos de não me lembro mais, onde uma jogadora novata compareceu a sessão e no meio do calor da interpretação, o jogador esmurrou a parede com tanta força que a jogadora simplesmente desapareceu depois da sessão, para nunca mais aparecer em mesa alguma de RPG. Na minha opinião, a exposição da jogadora novata a carga testosterônica dramática do jogador empolgado por ter uma mulher na mesa de jogo, causou um efeito bem contrário ao desejado. Quando mestrei alguns RPGs para meu antigo grupo, experimentei uma deserção das fileiras de jogadores, em parte por culpa deles, que sempre vinham com a conversa fiada o que você mestrar jogamos, o que não é verdade. Se […]

Leia Mais →

Guia para DMs de Dungeon World

Quando eu mestrei a sessão de Dungeon World pelo Google Hangout (que você pode assistir aqui), eu gostei muito da experiência, mas ao mesmo tempo senti uma enorme dificuldade com o sistema. Eu estive pensando nessa experiência desde o dia do jogo, pensando o que eu preciso fazer para ter uma experiência mais fluida com o sistema. A grande questão com o Dungeon World, assim como o Apocalypse World e agora com o tremulus, é que como mestre você não rola nenhum tipo de dado, em nenhum momento. Isso significa que tudo que estiver no caminho dos jogadores precisa ser colocado lá através da narração e do posicionamento ficcional do jogo, não através de regras. O que superficialmente pode parecer fácil e talvez até sem graça foi uma das experiências que mais exigiram “jogo de cintura” durante o jogo. Meu problema principal foram com os fracassos dos moves. No sistema, você tem informações precisas do que acontece no caso de um sucesso ou de um sucesso parcial, mas a falha não é sequer mencionada. Para isso, você precisa seguir os GM Moves, uma lista de coisas que servem para complicar a vida dos personagens e criar mais conflito na aventura. Mas como exatamente fazer isso foi o meu grande problema na sessão. Eis que essa e todas as minhas dúvidas e incertezas com o sistema foram explicadas em um PDF totalmente grátis feito pelos fãs. O PDF tem 59 páginas […]

Leia Mais →

Baixe e conheça agora os playbooks do tremulus!

O tremulus fechou o financiamento coletivo que anunciei aqui no ForjaRPG com mais de 60 mil dólares. Todos os backers já receberam seus PDFs e eu estou lendo e adorando o sistema. Mas dessa vez não vim fazer uma resenha (não ainda). O autor do Tremulus autorizou que fosse espalhado pela internet os playbooks, ou fichas de personagem, que já tem o resumo das regras do sistema. Vale a pena conferir se você tem interesse: [button link=”https://www.dropbox.com/s/dalmc7q6nus8prh/the%20classic%20playbook%20package.pdf” type=”icon” newwindow=”yes”] download[/button] link Boa leitura e spread the madness!

Leia Mais →

Resenha – Espírito do Século

Saudações! Estou há muito tempo devendo a resenha do excelente Espírito do Século publicado pela RetroPunk em 2012. Tentei gravar uma vídeo resenha no estilo da que fiz para o (também ótimo) Este Corpo Mortal, mas depois de 3 tentativas eu desisti. O livro tem informações e detalhes demais que valem a pena ser falados e que uma resenha em vídeo seria limitado. Resolvi finalmente fazer justiça a este excelente RPG de estilo pulp, escrevendo detalhadamente minhas opiniões sobre o livro. Então prepare sua xícara de café e pegue os óculos de leitura, pois tem muito a se falar sobre ele! O Que é Pulp? Aventura! Perigo! Emoção! Cenas de ação completamente irreais mas absolutamente divertidas! Estas são algumas das lembranças que tenho ao pensar no gênero pulp e que são perfeitamente representadas por todo o livro. Mas afinal, o que é pulp? O pulp na verdade não é um gênero. O nome surgiu de revistas extremamente baratas, feitas de papel de má-qualidade (chamado de polpa, por isso o nome) que fizeram bastante sucesso durante a década de 20 e 30, principalmente devido ao seu incrível preço de 10 centavos por uma revista de 128 páginas recheado de histórias fantásticas e capa sensacionalista. Mas foi através do pulp que grandes escritores se firmaram, como por exemplo Isaac Asimov,  Robert E. Howard e H. P. Lovecraft, que criaram personagens até hoje famosos, como Flash Gordon, Buck Rogers, Zorro e Tarzan, por exemplo. Os […]

Leia Mais →

O Poder do Silêncio

Se você tem o dom da palavra, aprenda a manter a sua boca fechada; quando você falar pontue com pausas; e quando não tiver nada a dizer, não diga nada. (…) Seu silêncio passa muitas mensagens; uma é que você é alguém, não ninguém, uma pessoa capaz de encarar a multidão e de esperar. Este é um fenômeno quase biológico no qual animais procuram por criaturas que lhes possam ameaçar. As pessoas entendem, ou melhor, sentem. Depois disso, você tem uma chance melhor de ser ouvido. – How to use the power of silence to be heard Observei atentamente a forma como um mestre em específico, com o qual tenho o prazer de jogar, conduz suas campanhas e percebi que o seu maior segredo enquanto está narrando é justamente o silêncio. Quando chegamos a sessão, é solicitado uma retrospectiva dos acontecimentos anteriores, para que todos se ponham a par da situação – principalmente os jogadores que por ventura tenham faltado na sessão anterior – e a partir de então começamos a interação dos personagens com o cenário a nossa volta. Embora o combate seja um momento aguardado com grande ansiedade por todos os jogadores, não são neles que as informações que fazem evoluir o cenário são encontradas, na verdade, os combates funcionam exatamente como deveriam ser, um empecilho que pode colocar todos os membros do grupo fora de ação e incapacitados de alcançar seus objetivos. Os diálogos ganham dimensões assustadoras, […]

Leia Mais →

O Sabor do Medo

Jack W. Shear é um membro ativo da RPG.Net, autor do Tales of the Grotesque and Dungeonesque, um suplemento para jogos Old School de Dungeons & Dragons inspirado na fantasia gótica, mas não é sobre o Tales of the Grotesque que venho falar aqui, mas sim do: Flavors of Fear: 13 Weird Fantasy Setting Sketches for Lamentations of the Flame Princess Neste “suplemento” de 44 páginas, Jack apresenta 13 esboços de cenários para LotFP, mas que podem ser usados em qualquer RPG, e que envolvem o sobrenatural. Os esboços exploram de forma objetiva uma ambientação para histórias sobrenaturais em RPGs de fantasia medieval, com informações sobre o cenário, temas que podem ser abordados, inimigos apropriados, trilha sonora, inspirações literárias e cinematográficas, jogos que inspiram a atmosfera desejada e por último aquelas inspirações que vem de qualquer outra fonte. Os treze cenários apresentados são: O vento gelado do norte; Idade das trevas; O sul gótico; Por trás da fachada da cidade costeira; Peregrinos em uma terra estranha; O urbano sobrenatural; Periferia pagã; Alto goticismo; Duas variações; O oeste sobrenatural; Dentro da casa negra; Uma parada no inferno; Através do espelho. Além da descrição de cada um dos cenários, o livreto traz ainda 4 apêndices: Tabelas de início: fornece ideias para o tipo de aventura que você pretende narrar, algo bem clássico de rpgs old school; Bestiário: alguns monstros que são próprios de cada um dos cenários apresentados, como o morto congelado, do cenário […]

Leia Mais →

Yggdrasill – Criação de Personagens

Eu comecei a escrever este artigo antes do Yggdrasill RPG e do Yggdrasill – Sistema e agora imaginei que ele não deveria ficar no limbo dos arquivos não publicados. Criação de Personagens A criação de personagens em Yggdrasill possui 9 passos básicos e 2 complementares, como descrito adiante. 1. Conceito O primeiro passo é a escolha do conceito do personagem, que simboliza seu treino e suas origens familiares. A lista fornecida, contudo, não é mandatória, ou seja, o jogador tem liberdade para criar um arquétipo inteiramente novo. Existem cinco arquétipos principais, que subdividem-se: Nobre Jarl – um lider do clã; Chefe de Guerra – quem lidera as tropas quando o Jarl decide guerrear; Conselheiro – um sábio que auxilia o Jarl a tomar decisões. Guerreiro Hirdman – leais ou não aos Jarls, estes são os guerreiros profissionais; Berserker – famosos e destemidos, são normalmente os guarda-costas dos Jarls; Mercenary – vagabundos, estrangeiros ou provenientes de um clã caído, são guerreiros que vendem seus serviços a quem quer que possa pagar. Sábio Volva – mulheres sábias que comunicam-se com os Vanir e os Aesir que orientam seus clãs; Thurl – muito respeitados dentro dos clãs, eles são os praticantes de antigos rituais e são conhecedores dos segredos da natureza; Skald – nenhuma história se tornará uma lenda se não houver um Skald para contá-la; Healer – homens ou mulheres livres que mantém seu lugar no clã como guardiões das tradições médicas. Trabalhador Craftsmen – […]

Leia Mais →

Promoção ForjaRPG + Old Dragon [Atualizado!]

Saudações aventureiros. Quer ganhar uma cópia do Old Dragon na faixa, sem ter esforço nenhum? O ForjaRPG está lançando a promoção #DragãoNaForja. Para participar é simples, siga o @ForjaRPG no twitter, retwitte a mensagem abaixo, e você já está concorrendo: Eu sigo o @ForjaRPG e estou participando da promoção #DragãoNaForja para ganhar um Old Dragon! http://kingo.to/1bPH RT e concorra também O ForjaRPG sorteará não um, mas dois exemplares do Old Dragon que você receberá na comodidade do seu lar. É isso mesmo, serão dois ganhadores diferentes! O sorteio será realizado pelo sorteie.me no dia 10/10/2012. E o sorteio foi realizado! Você pode conferir no sorteie.me. Eis os ganhadores: Obrigado a todos que participaram! Em breve novas promoções, fiquem de olho! Retwitte e participe!

Leia Mais →