Ronins em Rokugan

Publicado por

Esse artigo está sendo escrito por demanda – adoro sugestões para matérias e gostaria muito de recebê-las.

Um amigo comprou recentemente o Aventuras Orientais em português, mas um dos jogadores sentiu falta da presença dos Ronins e então tive a idéia de respondê-lo com um artigo sobre os ronins em Rokugan.

RONINS

 

 

Sanzo, Unexpected Allies p. 109
Sanzo, Unexpected Allies p. 109

 

Os ronins não tem um mestre, sendo assim não tem obrigações, nem um senhor e também não devem lealdade a ninguém.

O número de ronins em Rokugan pode ser comparado ao número de pessoas dentro dos Grandes Clãs, de forma que um jogador poderia desenvolver o seu histórico de personagem baseando-se na premissa de ser um ronin.

Socialmente, os ronins são considerados menores até que os Eta – pessoas consideradas sujas por lidarem com serviços como tocar corpos de homens e animais.

Os ronins existem em grande quantidade e isso faz com que os Grandes Clãs apenas os ignorem, pelo menos até que uma situação se torne grande demais para ser ignorada. Um samurai numa casa de chá sabe que é superior a um ronin sentado atrás dele e um ronin que seja impetuoso o suficiente para falar na companhia de samurais está certo que poderá provocar a ira de todos os honoráveis guerreiros ao redor.

Os ronins não possuem um senhor para proteger sua honra, ou para investigar sua morte. Embora isso raramente signifique que os samurais sairão por aí atacando todo ronin que encontrem, isso certamente adicione um elemento de perigo na vida de um ronin.

Vindos tradicionalmente da classe dos ji-samurais (filhos e filhas menores de uma casa nobre), ou são filhos bastardos de um pai samurai e de uma mulher heimin. Como os filhos são sempre considerados parte da casta paterna, filhos dessa união são samurais a despeito de suas origens. Porém, até que o filho prove a identidade de seu pai com testemunhas, ele será considerado um ronin e embora goze de algum estatus permanece na classe heimin.

Os ronins podem caminhar pelo mundo sem ter ninguém para dizer-lhes o que fazer. Mas o que eles farão para comer? Como eles vão reparar a sua espada e a sua sela? Quando um samurai precisa de ajuda ele recorre a sua familia e senhor, mas quando um ronin está em necessidade, ele não tem com quem contar.

Se for esperto, o ronin se tornará uma espécie de mercenário, vendendo seus serviços para uma vila ou daimyo por comida e bens, mas como esses arranjos normalmente não são muito proveitosos para os ronins, eles conseguirão no máximo bens e comida de segunda qualidade.

Se tiverem sorte, eles não definharam até a morte nas estradas cobertas de neve quando o inverno chegar.

Os ronins são a escória do Império – samurais sem senhor que tentam alcançar honra por intermédio do fio de suas espadas. Até recentemente eles não passavam de soldados rasos dos Grande Clãs, que os usam como enchimento para os grandes exércitos.

Até agora.

O que significa ser um ronin no Império de Rokugan?

Ninguém em Rokugan, nem mesmo os etas, são tão isolados quantos os ronins. Os ronins não ter certeza sobre sua próxima refeição ou se terão um local quente para dormir quando a neve e a chuve vierem. A honra deve ser descartada por praticidade e sobrevivência.

O Império Esmeralda é um ambiente hostíl para os ronins, que precisam trabalhar duas vezes mais para provar que são, pelo menos, tão confiáveis quanto um homem qualquer.

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s