As brasas da Forja

Saudações a todos que ainda visualizam o ForjaRPG, mesmo que, ainda de vez em quando. Após uma boa “esticada”, fortalecendo o blog, o mesmo caiu em um limbo produtivo, em virtude do afastamento dos autores. Enquanto o Pedro Leone iniciou/retomou/sei lá seus estudos, necessitando de tempo e inspiração para escrever, eu me mudei para além […]

Leia mais

Adaptação de Dark Sun para Dungeon World

Há algumas semanas venho traduzindo junto com a ajuda do Rey “Ooze” e do Henrique Andrade uma série de material que encontrei pela internet, principalmente da comunidade gringa do Dungeon World no Google+.  A maior parte das traduções já está terminada, ainda estão faltando os monstros, mas você já pode utilizar as classes adaptadas para […]

Leia mais

Vôo de Galinha

Infelizmente, o que parecia um glorioso retorno às minhas atividades RPGísticas se provou ser um verdadeiro vôo de galinha. Por diversas questões pessoais de todos do grupo, percebi que seria impossível marcar jogo com qualquer tipo de regularidade.  Livros guardados na estante e dados colocados na gaveta, é uma pena que mais uma vez não […]

Leia mais

Amnésia para novos jogadores

Você abre os olhos e enxerga um teto baixo, de onde teias de aranha pendem. Por um instante você pensa ter visto uma capturando uma mosca que parecia passar por ali, mas foi só impressão. Quando se vira, percebe que está em um catre no chão, e do lado direito, sobre uma mesa, tem um […]

Leia mais

Numenéra by Monte Cook [3] – Classes

Continuando a leitura do Numenéra, chego a descrição das classes, que começa com o desenvolvimento de uma sentença que descreverá o personagem. A sentença é escrita na forma: Eu sou um [insira um adjetivo] [insira um substantivo] que [insira um verbo]. Na sentença, o adjetivo é chamado de descritor, o substantivo é o tipo (classe […]

Leia mais

Pathfinder card game – round 2

Ontem foi a mesa pela segunda vez, no encontro semanal do Grupo Eita Piula, o card game Pathfinder. A primeira vez que jogamos, estiveram a mesa quatro jogadores, um dos quais não gostou do jogo, o que não favoreceu a experiência. Em nossa segunda tentativa, o jogo fluiu mais rápido, embora seja demorada a distribuição […]

Leia mais

Numenéra by Monte Cook [2] – Atributos

Criação de Personagens Os personagens possuem três atributos: Might, Speed e Intelect. Estas são categorias amplas que cobrem diversos aspectos correlacionados. Por exemplo, Might define quão forte e resistente um personagem. Ações que se baseiam em Might envolvem forçar portas, caminhar durante dias ou resistir a doenças. Cada um dos três atributos possuem duas características ligadas […]

Leia mais

Numenéra by Monte Cook

Comecei ontem a leitura do Numenéra, do Monte Cook, a princípio para matar uma curiosidade crescente por ter ouvido falar do livro, mas não do sistema. As ilustrações do livro são belíssimas e extremamente inspiradoras e me fazem lembrar universos fantásticos de jogos como The Last Remnant e embora nunca os tenha jogado, algo de […]

Leia mais

O deus que rasteja

The God that Crawls é uma aventura para Lamentations of the Flame Princess, escrita por James Edward Raggi IV, ilustrada por Jason Rainville e com cartografia de Devin Night. A proposta do James Raggi é simples, mostrar aos jogadores que nem toda masmorra pode ser explorada no ritmo deles e muito menos a vitória em […]

Leia mais

Fate: Aspectos e Ficção

Uma das coisas que mais gosto no Fate é sua simplicidade, tanto nas regras quanto em possibilidade de hacks. Se o material que você está tentando adaptar tem protagonistas pró-ativos, competentes e dramáticos, provavelmente funcionará muito bem no Fate. E um dos fatores que torna o Fate tão facilmente adaptável são os aspectos. Quer jogar […]

Leia mais

Filhos do BRP

Quando escrevi sobre o Magic World e o comparei ao RuneQuest 6, o Pedro Ziviani, autor do Mythic Iceland me inquiriu a fazer um comparativo entre o Magic World, RuneQuest 6, OpenQuest e o Legend. Como normalmente faço, topei a parada e aqui estamos nós, comparando os quatro RPGs. O Legend foi o mais difícil […]

Leia mais

Fate e os Compels

Quem acompanhava o antigo fórum do ForjaRPG deve se lembrar de um tópico em que eu questionava os compels e sua utilidade em jogo. O forum ainda está ativo, mas por pouco tempo e sem a formatação, mas quem quiser pode ler diretamente o tópico. Recentemente eu li pela segunda vez o Fate Core e […]

Leia mais

Anseios de um mestre velho

Durante muitos anos eu me dediquei a narrar campanhas, dando pouca atenção as aventuras prontas, que as usava sim, mas como partes da campanha e sem me importar muito se os jogadores iriam até o fim, confrontar o vilão principal e sair vitoriosos levando consigo os tesouros.Após alguns meses afastado das mesas de RPG, narrando […]

Leia mais

Magic World: A fantasia medieval da Chaosium

Desde que ouvi falar, ou melhor, desde que comecei a ler alguns livros da Chaosium, me tornei fã de carteirinha de seus produtos. Eles podem não ter o charme dos livros de Dungeons & Dragons, mas são fantásticos e possuem material descritivo, ou fluff, que na minha opinião supera muitos dos produtos daWizards of the Coast. […]

Leia mais

Pathfinder Card Game – Rise of the Runelords

Terça-feira foi dia de experimentações e a bola da vez o jogo de tabuleiro testado, ou melhor, card game testado foi o Pathfinder – Rise of the Runelords. O jogo tem elementos únicos, ou que pelo menos eu ainda não havia visto em outros jogos do tipo, como a possibilidade de evoluir os personagens a […]

Leia mais

Os Senhores de Águas Profundas

Salve leitores do ForjaRPG e aficionados por jogos de RPG, tabuleiro e qualquer outra coisa lúdica! No final de semana passada, como mencionei no Rio de Dragões, abri as portas de minha casa para uma jogatina noturna, coisa que não fazia a muito tempo e na ocasião experimentei o Lords of Waterdeep, jogo de tabuleiro […]

Leia mais

Rio de Dragões

Ontem, após um longo período sem abrir as portas de minha casa – não voluntariamente – para os amigos gamers – sejam jogadores de RPG ou tabuleiro – consegui reunir um pequeno grupo para saborear o autêntico açaí amapaense com pizza e jogos de tabuleiro. À mesa, além da comida, foram servidas na entrada duas […]

Leia mais

O Sistema Importa

Este texto foi traduzido originalmente para o antigo Paragons, que no momento encontra-se desativado e estava perdido. Nas últimas duas semanas o Marcelo Telles e o João Pedro Torres me procuraram perguntando se eu tinha essa tradução e então resolvi cascaviar meus arquivos digitais, descobrindo-o nos rincões de minha caixa de mensagens.  Espero que gostem […]

Leia mais

Uma Sessão Frustrante

Finalmente, depois de vários meses hibernando, voltamos às atividades RPGísticas há algumas semanas. O sistema escolhido foi o Torchbearer, que eu estava bastante empolgado depois de ler o livro. Na primeira sessão, nós finalizamos a criação dos personagens e eu dei uma visão geral do jogo para o Augusto, que nunca tinha jogado RPG antes […]

Leia mais

Dia de desapego no Trampolim no Habbib’s

Hoje, aqui em Natal, tivemos a sétima edição do Trampolim no Habbib’s – incrível como estes eventos mensais crescem rapidamente – e eu aproveitei para realizar o Dia do Desapego, doando diversos títulos impressos a partir de originais em pdf (a maioria deles) e em alguns casos, impressos de originais feitos a muito tempo atrás, […]

Leia mais