Pular para o conteúdo

Mythras #00 – Terra de Ninguém

Eis que apareceu, finalmente, a oportunidade de testar o sistema Mythras. Primeiro dia, apenas um jogador apareceu para fazer a ficha e olha, a primeira vez é a mais difícil. Recebi uma mensagem de um segundo jogador e já fiquei empolgado. Seria legal jogar com pelo menos duas pessoas, mas no dia marcado, haviam mais seis para fazer a ficha. […]

Leia Mais →

Como funciona a experiência em Mythras

“Cada experiência que vivencio contribui de uma forma ou de outra para a minha evolução.” E essas experiências são ainda mais importantes na evolução de personagens de RPG, sendo, na realidade essenciais, embora diferentes sistemas lidem de formas diferentes com essa evolução. Alguns RPGs possuem um sistema de evolução baseado no acúmulo de pontos de experiência. Quando o personagem acumula uma determinada […]

Leia Mais →

Exemplo de combate em Mythras

Nos próximos dias deverei mestrar uma aventura de apresentação para alguns amigos usando o Mythras e então resolvi fazer esse teste, criar um personagem usando as regras apresentadas no artigo Mythras – Criação de Personagens e testá-lo em um combate. Como os combates em Mythras são realizados na base do golpe a golpe, a despeito da complexidade do sistema, o […]

Leia Mais →

D&D sombrio – Parte 2

Saudações. Após escrever o artigo D&D Sombrio, acabei encontrando uma discussão em um tópico justamente sobre o tema e no qual fui apresentado a um artigo do Ubiquitous Rat que traz algumas regras bem interessantes e que vou juntar a minha lista anterior e testar todas elas em breve. Continuem a leitura e vejam quais outros elementos podem ser usados para tornar […]

Leia Mais →

D&D sombrio

Quando nos propomos a jogar Dungeons & Dragons, podemos ter propósitos muito diferentes do senso comum. Por exemplo, podemos querer jogar uma aventura focada em investigação e intrigas, com poucos combates. Algumas pessoas argumentam que em D&D isso não é possível, mas neste blog vou ignorar todas essas ideias, pois o que não é possível é que não se pode imaginar. […]

Leia Mais →