Pular para o conteúdo

Três técnicas para tornar masmorras memoráveis

Uma masmorra no padrão gygaxiano é um conjunto ruidoso de salas interligadas a corredores, paredes de pedra escavada, muito fria e úmida. Como narrador já usei diversas vezes essa ferramenta, em um hackslash clássico, aquela primeira aventura onde alguns goblins sobrevivem nesse ecossistema e interagem com os personagens. Depois de concluída a missão, quantas vezes os personagens de seus jogadores […]

Leia Mais →

Violência gratuita e desmedida

Sangue e ossos partidos são referências bem interessantes para a narrativa quando desejamos explicitar a violência nas cenas de combate, todavia, essas cenas, no melhor estilo “gore”, requerem um pouco de conhecimento e até inspiração. Para que as palavras do narrador saiam de uma roupagem simples para algo mais real e intimista, proporcionando cenas únicas e sensações descritíveis, o narrador […]

Leia Mais →

Deixando a 5E Mais Interessante Com Uma Pitada de Old School

Depois de algumas semanas me enamorando com o Old School, consegui mestrar duas sessões diferentes de OSR: Death Frost Doom usando Lammentations of the Flame Princess, e Tomb of the Serpent Kings usando Swords & Wizardry. As experiências foram ótimas por diversos motivos, tanto por diversão quanto aprendizado. Ambas as aventuras são excelentes em suas propostas: Death Frost Doom talvez […]

Leia Mais →

Usando party games em sala de aula

Neste semestre estou lecionando a disciplina Metodologia Científica para alunos do 1º ano do Curso Técnico de Redes de Computadores e no último sábado (12.05.18), tivemos uma aula presencial – algumas delas são ministradas à distância – e pensei em levar alguma coisa diferente para a sala de aula, afinal, os estudantes estão inseridos no modo integral, com aulas nos turnos […]

Leia Mais →