Pular para o conteúdo

DIA W

O Marcelo há muito tempo vem tentando difundir o hobbie entre os natalenses e o tem feito à maneira do trabalho das formigas, um pouquinho de cada vez. O DIA W ocorreu neste domingo no Shopping Lagoa Center e foi uma iniciativa do grande Marcelo e da Reinos Game Store, Games Workshop e Hobby Delivery. O Grupo Trampolim da Aventura recebeu um convite e juntou-se ao Marcelo, expondo jogos de tabuleiro modernos e eu passei por lá para dar uma espiada e comentar o que vi. Quando cheguei por volta das 13:30h as mesas de WarHammer ainda estavam sendo montadas, mas já era possível observar as pessoas se aproximando e se maravilhando com as bonitas peças pintadas à mão. A demonstração começou por volta das 16 h, quando dois exércitos estavam arrumados e o Marcelo explicava pacientemente as manobras e as regras do jogo para quem observava, falando como era fácil e quais as vantagens em adentrar nesse mundo maravilhoso. Mas os dragões de D&D também apareceram por lá. Leonardo levou uma linda peça de sua coleção, fazendo frente aos soldados, ainda não pintados da coleção WarHammer Fantasy. Imagina uma criatura dessas numa mesa de WarHammer! Tenho certeza que os soldadinhos dariam meia volta e sairiam correndo! E enquanto rolavam disputas na mesa de WarHammer, outros participantes participavam de mesas de jogos de tabuleiro modernos, como o card game Dominion, o Galaxy Trucker e o Ghost Stories. Todo evento na […]

Leia Mais →

Portal de Baldur

Essa metrópole depende do comércio que passa pelos seus portos e portões para garantir a prosperidade de sua vasta população. O único critério para a cidadania são apenas duas moedas de prata. Os humanos dominam a cidade, embora eladrins, elfos, anões e outros humanóides civilizados tenham se estabelecidos aqui. Portal de Baldur é uma cidade que todos podem visitar e estrangeiros dos mais longínquos lugares podem ser encontrados aqui. Embora um censo para determinar a população não seja confiável, acredita-se que a população da cidade há muito tempo já ultrapassou até mesmo a de Águas Profundas. A maneira como a metrópole administra a sua manutenção não é clara, mas de alguma maneira, ela o faz. Todos que prestam atenção a essas coisas em Faerûn se referem a este fenômeno como o “Milagre de Portal de Baldur”. Portal de Baldur é uma cidade próspera onde quase qualquer coisa pode acontecer, e freqüêntemente acontecem. Ela contém uma guilda de ladrões ativa e organizada, poderosos mercadores com éticas questionáveis, e cultos e sociedades secretas tanto malignas quanto benignas. Todos os grupos de poder mantém um equilíbrio precário sob a autoridade dos Punhos Flamejantes, um antigo grupo mercenário que serve como força policial na cidade, executora e defensora das leis. Portal de Baldur é uma cidade de oportunidades e leis justas. DISTRITOS DA CIDADE O coração da cidade repousa dentro dos muros altos e antigos, mas a cidade se extende além do Rio Chiontar […]

Leia Mais →

Domingo lúdico – 08/03/2009

Nos reunimos hoje no QG do Trampolim da Aventura para mais um domingo lúdico. Apresentaram-se ao QG: Tendson (o anfitrião); Rafael Takeshi; Cedric; Alexsandro; Jordán; Hemerson; Franciolli. Quando chegamos (eu e Hemerson), Tendson jogava com Takeshi Neuroshima Ex, enquanto Cedric observava e Alexsandro e Jordán ficavam sentados na esperança de alguém mais aparecer. Discutimos um pouco sobre qual jogo jogar (afinal são tantos), mas por estarmos (eu e Hemerson) bem cansados, resolvemos por algo leve e depois de muito tempo discutindo, escolhemos o Dominion (só pra variar). À mesa nos sentamos: Franciolli, Takeshi, Hemerson e Alexsandro. Sorteamos os decks que comporiam as cartas de Dominion e então começamos duas partidas, com cartas sorteadas e que se mostraram completamente diferentes. Partida 1Hemerson – 33Alexsandro – 28Franciolli – 21Takeshi – 16 Partida 2Hemerson – 25Alexsandro – 21Franciolli – 19Takeshi – 15 O segundo jogo, pra completar as nossas três partidas, foi de Galaxy Trucker, um jogo no qual participamos de uma corrida espacial, tendo que levar mercadorias até o final do trajeto, passando por todo tipo de milacrias possíveis e imagináveis. Placar FinalTakeshi – 96Alexsandro – 27Franciolli – 9Hemerson – 1 Mais um ótimo domingo lúdico, mesmo com jogos mais leves.

Leia Mais →

Sessão 00 – Campanha D&D4E

Portal de Baldur se tornou ainda maior com o influxo de pessoas vindo dos quatro cantos de Faerûn, causado principalmente pela Spellplague. Todas as fés e pessoas são toleradas em Portal de Baldur, mas não sem a vigilância do grupo mercenário que mais cresceu e ganhou destaque na região e que é responsável pela manutenção da paz na cidade. Não somente por isso, ser um membro dos Punhos Flamejantes é motivo de orgulho e financeiramente rentável, mas nem todos os candidatos que aparecem na sede dos Punhos são recrutados. É necessário provar que tem talentos e esses talentos não resumem apenas ao campo de batalhas. Os treinamentos porém não são fáceis e as técnicas empregadas são as mesmas que eles enfrentariam em situações difíceis. Argron e Hopstar, um dragonborn e um meio-elfo de Waterdeep vieram até Portal de Baldur em busca de realizações, assim como Armym e Will, humano e dragonborn dos Vales e Garel-kay, um genasi de Akanûl. Diferentes histórias, um único propósito, entrar para o mais respeitado grupo mercenário de Faerûn e provar seus valores em diferentes campos. * * * * * * * * * * * * * * * Sob o olhar vigilante do Tenente dos Punhos Flamejantes Hart Stonefield, o grupo treina, mas não o agrada, mas segundo suas observações, possuem muito potencial, basta dedicarem-se um pouco mais. Em seu primeiro treino, numa luta 5 contra 5, o grupo aspirante conseguiu derrubar 4, […]

Leia Mais →

Campanha D&D 4th Edition

No próximo sábado iniciaremos a Campanha Oficial do Grupo Trampolim da Aventura e os personagens já estão prontos. O grupo será composto por seis jogadores, interpretando respectivamente: Alexsandro Dantas – Dragonborn WarlordÁlvaro Dantas – Human FighterGeovane Santos – Dragonborn BarbarianHemerson Bezerril – Human DruidWilliams Garcia – Genasi Sorcerer

Leia Mais →

Power Cards no D&DInsider – Imprimindo Tudo

No próximo final de semana, assim eu espero, iniciarei uma nova campanha de D&D 4ª Edição e estou usando o Character Builder do D&DInsider para fazer as fichas dos personagens, fichas essas que já vem com os cartões de poder para imprimir, com os devidos bônus e ainda passíveis de costumização, indicando as armas que você poderia usar com seus respetivos bônus. O problema é que alguns textos, e isso é uma reclamação de vários usuários do D&DInsider, não conseguiam visualizar alguns textos dos Power Cards, que ficavam muitas vezes com a fonte tão grande que nada se lia, a não ser “pedaços” de uma letra. Enviei e-mail para o suporte do D&D Insider e nada. Enviei mensagens em diversos fóruns de RPG e nada, encontrava apenas mais pessoas com o mesmo problema que eu. Mas eis que, voltando ao fórum da Rede RPG depois de vários meses sem pisar lá (as discussões sobre D&D 4th Edition e Forgotten Realms esfriaram) eu encontrei a solução do problema nas palavras do sábio usuário Guzzon, a quem deixo o meu muitíssimo obrigado. Para que as fontes apareçam corretamente é necessário mudar as opções regionais de idioma para o inglês, e como eu faço isso? No meu caso, que utilizo o Windows Vista, os passos são: Menu Iniciar > Painel de Controle > Opções Regionais e de Idioma > Formato Atual > Inglês (EUA) > Aplicar. Depois de Aplicar abra o Character Builder […]

Leia Mais →

Arkham Horror – 21/02/2009

Nos juntamos hoje a tarde, eu, Alexsandro e seu irmão Jordán para batalhar contra as forças malignas que tentam invadir a cidade de Arkham. Sorteamos, com dados, os investigadores e o Antigo, ficando assim distribuídos: – Alexsandro: Gloria Goldenberg– Franciolli: Monterrey Jack– Jordán: Vicent Lee O Antigo escolhido foi o Nyarlathotep, um Antigo muito perigoso, que acorda após 11 turnos (mais se portais forem selados) e que impõe 4 dados de penalidade nas jogadas de ataque, é resistente a magia e que força os personagens a fazer jogadas de Lore todas as rodadas para não perder Marcadores de Pistas. O grande problema é que quando o jogador fica sem Marcadores de Pista, ele simplesmente é Devorado. Hoje parecia não ser o dia para esse jogo, os astros pareciam estar alinhados contra os jogadores e nenhuma jogada de dados foi realizada sem o gasto de Marcadores de Pista, o que tornou a missão de fechar e selar os portais praticamente impossível. Após uma hora e meia de jogo fomos completamente vencidos. O número de portais abertos chegou a sete (número máximo para três jogadores), o Antigo despertou e de imediato devorou Monterrey e Vincent, ficando a sós com Gloria Goldenberg, que tendo a certeza absoluta da derrota desiste, pois todas as suas armas são mágicas e todos estavamos num péssimo dia. Erramos e erramos feio e isso custou a vida dos personagens e garantiu a vinda do Antigo para Arkham. Quem […]

Leia Mais →

Sexta-feira lúdica – 20/02/2009

Uma sexta-feira lúdica muito louca e com quebras de paradigmas. As jogadas noturnas na Casa do Mago tem uma regra velada: nunca trazer jogos novos que requeiram doses pesadas de estratégia, pois esses devem ficar para as horas diurnas, quando a cabeça não está cançada e ninguém se importe com a hora do final do jogo. O sacerdote, o bárbaro, o mago e a rainha guerreira começaram Tikal, mas a rainha não se interessou muito e deixou o seu lugar para o ladino. A noite foi marcada por uma partida de Tikal (muito disputada por sinal) e duas de Dominion (o povo tá treinando mesmo). Tikal Tikal é um jogo para 2 a 4 pessoas, com tempo médio de jogo de 120 minutos. Atualmente ocupa o 70º lugar no ranking do BGG. O jogo se passa nas florestas da América Central e os jogadores representam exploradores que buscam por tempos e por tesouros escondidos. A medida que os exploradores adentram a floresta, o terreno é exposto e ao longo dos caminhos, templos e tesouros. Os jogadores ganham pontos ocupando os templos e mantendo os tesouros com eles. Nos próximos dias estarei fazendo um review desse jogo (o tempo não me permite fazê-lo agora). Após 2:20 h, o placar final de Tikal ficou assim: Alexsandro – 102Franciolli – 92Hemerson – 80Tendson – 73 Dominion Para finalizar a noite, jogamos duas partidas de Dominion. O Mago ficou de fora da primeira partida, […]

Leia Mais →

Player’s Handbook 2 – Backgrounds

Enquanto o Player’s Handbook 2 não é lançado, fica a expectativa que ele realmente valha a pena. Julgando pelas classes e raças que ele trará, com certeza será uma adição valiosa à mesa de qualquer narrador que esteja se aventurando na quarta edição do RPG mais jogado do mundo. Hoje, a Wizards trouxe na sua sessão Excerpts uma palhinha de mais um elemento que virá no aguardado Player’s Handbook 2, os Backgrounds. Muitos reclamam que o D&D é puramente um jogo de estratégia e combates, muitos outros defendem que pode existir sim “interpretação” em D&D e eu acho que a interpretação é inerente a qualquer sistema de RPG, independente de ser ou não D&D. O fato é que para interpretar um personagem, alguns elementos ajudam muito e um deles é justamente o background ou histórico do personagem. O conceito de background está presente no Cenáriod de Campanha de Forgotten Realms 4ª Edition, no qual está presente um novo elemento chamado Regional Beneficts, um pacote que pode incluir: – Adição de uma perícia associada ao histórico do personagem às perícias de classe;– Bônus de +2 em uma perícia associada ao histórico do personagem;– Escolha de um idioma conectado ao histórico do personagem, idioma esse que o personagem sabe ler, falar e escrever fluentemente. Um personagem pode escolher quantos elementos de histórico desejar, mas apenas um benefício listado acima, mas no caso de uma campanha que se utilize de Benefícios Regionais, como […]

Leia Mais →