Véspera

Entrem no clima d’A Fita com este conto de Diego Astaurete. Gravando. O tempo começa a correr no canto inferior direito da tela de uma filmadora qualquer, em foco percebe-se um corredor de paredes azuladas e ovais, sua textura muito semelhante a uma borracha úmida. A iluminação é pálida e parece clarear o suficiente apenas […]

Leia mais

Solstício de Sangue

Os ventos frios batiam nas janelas produzindo uivos perturbadores que deixavam os moradores de Monte Dourado ainda mais perturbados. Algumas vezes era possível ouvir pedidos de socorro vindos do lado de fora, ou mesmo nomes sendo chamados em meio à ventania, mas ninguém se atrevia a sair. Era solstício de inverno. O nonagésimo oitavo desde […]

Leia mais

Através das névoas

Eu estava muito feliz com toda aquela situação. Estava num avião, com mais cinco amigos, viajando rumo a uma cidade desconhecida com uma ótima perspectiva de emprego. Se tudo desse certo, continuaríamos trabalhando juntos, mas agora num local com grandes perspectivas de crescimento. A alegria tomou conta de todos, embora alguns ficassem ainda apreensivos devido […]

Leia mais

Um Novo Mundo

Continuando o conto, que na verdade está compondo um novo cenário, temos a segunda parte de Um Novo Mundo. Se quiser conferir a primeira parte, clique aqui. * * * * * * * * * * Haviam muitas pessoas despertando e eu me aproximei para ajudar. Após perceber que estavam todos bem, homens, mulheres […]

Leia mais

Reinos Esquecidos – Alhandaran Gwenaël

Waterdeep, 13 Kythorn 1479 Saudações amigos. Meu nome é Alhandaran Gwenaël, meio-elfo da Casa Gwenaël de Waterdeep, guerreiro treinado e cantor exímio. Ontem completei meu 22º aniversário e tomei uma decisão, sair de Waterdeep para conhecer o mundo e anunciei minha decisão durante o banquete oferecido aos membros da família e amigos de outras casas de Waterdeep. Minha decisão […]

Leia mais

Um novo mundo

Houve um tempo que escrever essas palavras seriam o atestado de minha insanidade, mas hoje, depois de ter experimentado essa experiência, ter visto o que vi e sentido o que senti, ponho em dúvida todos os ensinamentos. Eu estava em casa, na cidade de Natal, no estado do Rio Grande do Norte, no Brasil, quando […]

Leia mais

A Névoa

Todos os dias ao acordar, estico a vista pro lado de fora da janela e vejo as duas magníficas colinas que se erguem por trás da estalagem na qual estou hospedado. São duas colinas com esparsas castanheiras seculares, gigantes da altura de 50 homens. Ali embaixo o gado pasta tranquilo o dia inteiro, mas a […]

Leia mais