Jogatina de Domingo

O final de semana foi prolífico do ponto de vista dos jogos – RPG para ser mais específico. Na sexta-feira dei continuidade a minha campanha, como pode ser visto no Diário de Campanha e fui convidado a jogar na campanha do Jordão, na qual estou interpretando uma barda da primeiro nível – Alhandra de Waterdeep. Além de conhecer mais gente e fazer amigos – olha a campanha do Bom é Jogar RPG aí gente! Eu agora tenho a esperança de que possa vir a ficar jogando RPG – como jogador – e alternar um pouco da função de mestre que já desempenho a muitos anos no meu grupo. Um conselho que eu dou a qualquer mestre veterano ou não, é participar de várias mesas, alternando como jogador e narrador, pois a experiência do intercâmbio e as informações trocadas entre outros grupos é a reciclagem necessária ao processo criativo. Nem sempre nos identificamos com a maneira que o narrador de um outro grupo narra, mas se formos observadores, podemos ver que estamos comentendo os mesmos erros e juntos podemos criar experiências narrativas muito legais. Como o grupo na minha última sessão ficou muito grande, vou dividí-lo em dois grupos e fico na mesa do Jordão nas sessões de domingos – uma vez por mês – afim de ampliar a minha experiência num grupo que esmiúça as regras e faz da sessão algo realmente divertido. Obrigado a todos que participam das Forgotten […]

Leia Mais →

Domingo Lúdico

Dia 12 de julho de 2009. Fazia algum tempo que eu não participava de um domingo lúdico regado a jogos de tabuleiro, principalmente em virtude da rainha grávida, que demanda mais atenção do que o habitual, mas neste domingo o caso foi diferente. Um encontro fora marcado no Praias Belas Camping, um complexo que conta em sua infra-estrutura com piscinas, pesque-pague, restaurantes, parquinhos e quadras (ainda que pequenas) de vôlei e futebol e que fica situado na estrada de Pium a caminho da Praia de Pirangi. O local superou as expectativas de todos e o encontro lúdico, que devido a grande quantidade de atividades paralelas foi diferente do habitual e acabamos jogando poucos jogos. Falando por mim, joguei apenas o Blokus Trigon e o Thebes, mas também foi jogado o Dominion, já falado por aqui. Assim que chegamos puxei a caixa do Blukus Trigon e expliquei rapidamente para o Guilherme e o Pedro e juntou-se a nós a Ana Paula e jogamos uma partida de ambientação, na qual eu fui o ganhador. Na segunda partida, Paula saiu e entrou o Eliezer e a partida foi bem mais disputada, uma vez que todos já haviam entendido o jogo, muito fácil por sinal. Dessa vez o Guilherme levou a melhor. Mais tarde, depois de almoçarmos, jogar algumas partidas de vôlei e tomar um relaxante banho de piscina, voltamos para o local onde ficamos isolados e fomos as caixas. Dominion e Thebes foram […]

Leia Mais →

Noite lúdica – 13/06/2009

GIANTS Após dois meses sem um registro das Noite Lúdica, principalmente em virtude dos enjôos de minha esposa que espera um herdeiro para os meus livros de RPG, nos reunimos ontem na casa do Leandro. Tendson levou vários jogos, mas alguns pequenos contratempos nos possibilitou jogar apenas um deles, o Giants. Aqui, os jogadores encarnam líderes de clãs durante a Era de Ouro da Ilha de Páscoa. O tabuleiro representa um mapa simplificado da ilha. A ilha possui vários ahus, plataformas de pedra, onde os famosos Moaïs serão erguidos. Os clãs (jogadores) competem uns contra os outros e ganham mais prestígio por construir e transportar Moaïs maiores e mais imponentes do que seus oponentes. Cada uma das miniaturas representa um grupo de homens. Você pode aumentar a população se desejar. Você ira escolher a cada turno que parte da população irá esculpir Moaïs e que parte irá transportá-los, em cooperação com outros jogadores. As estátuas são transportadas da pedreira ao ahus (as plataformas de pedra) usando caminhos feitos de miniaturas e que são ajudados por cepos de madeira. Você pode usar sua influência (marcas tribais) para escolher a melhor estátua e marcá-la com sua cor aquelas que não conseguiu alcançar em seu turno. Você também poderá se valer do Feiticeiro e de seus poderosos dons, da força do chefe do clã, bem como dos poderes místicos dos escritos das tábuas Rongo. O ganhador será aquele que erguer as maiores estátuas […]

Leia Mais →

Noite Lúdica – 15/04/2009

A Casa do Mago recebeu os amigos Tendson e Hemerson ontem a noite para mais uma Noite Lúdica, programação que ocorre desde início de 2008. Os convidados chegaram às 19:40 h – quando o combinado é sempre às 19:00 – trazendo três jogos que para os anfitriões eram todos estréias. Foram eles: A Castle for all Seasons, Witch’s Brew e Taj Mahal. Capa da caixa do jogo “A Castle for all Seasons” “Um novo castelo está sendo construído para o rei e vários trabalhadores estão chegando dos lugares mais distantes para dar a sua contribuição. Cada jogador é um mestre de obras que deve fazer escolhas táticas de um número de cartas de personagens a cada turno. Mas preste atenção, as cartas de personagem também proporcionam interação, fazendo o jogo supreendente e variado. Apenas quando os pontos de vitória são contados no final do jogo é que o vitorioso é conhecido!” A Castle for all Seasons, além de ser um jogo muito bonito é também um jogo divertido. A mecânica do jogo se baseia na seleção simultânea de ações e colocação de trabalhadores. Os jogadores possuem um deck com oito cartas que representam os seus personagens, são eles: The Messenger, The Trader, The Bricklayer, The Stonemason, The Worker (x3) e The Master Builder. Além dos personagens, cada jogador conta com a ajuda de Helpers (ajudantes), que coletarão recursos e tomarão lugares no tabuleiro que permitem pontuar no final do jogo. Cada personagem executa diferentes tipos […]

Leia Mais →

Quarta-feira lúdica – 09/04/09

Há um tempo fora das mesas de jogos de tabuleiro modernos, nos reunimos hoje na torre do mago Tendson, Hemerson e os anfitriões Franciolli e Ana Paula. Tendson trouxe quatro jogos, dois dos quais já conhecíamos (Blokus e Vikings) e dois outros novos (Duck! Duck! Go! e o Rumis). O primeiro jogo da noite foi um dos novos, o Rumis, que na verdade é o Blokus 3D. Nesse jogo vence quem conseguir deixar mais peças à mostra no final do jogo, quando se olha o jogo de cima. A proposta é bem bacana e o jogo tem uma ótima rejogabilidade. As peças são empilhadas numa base, que forma um conjunto de seis possíveis montagens, podendo ser jogado até por quatro jogadores. Jogamos duas partidas: Partida 1 – Franciolli em 1º Lugar Partida 2 – Tendson em 1º Lugar Com uma temática bem infantil, mas com certa dose de estratégia, temos o Duck! Duck! Go! Aqui os jogadores participam de uma corrida na banheira, onde tentam fazer patinhos cruzar três marcadores e escorrer pelo ralo. Partida 1 – Franciolli em 1º Lugar A última partida foi de Vikings, jogo já batido aqui no Trampolim da Aventura. Depois de uma partida bem disputada, o placar final ficou assim:Hemerson – 49 pontosTendson – 39 pontosFranciolli – 30 pontosAna Paula – 29 pontos Assim encerramos mais uma noite lúdica aqui na Casa do Mago e agora é esperar pela próxima, que virá em breve.

Leia Mais →

Arkham Horror

“Bem-vindos a Arkham. O ano é 1926 e este é o apogeu dos magníficos anos 20, com mulheres ousadas dançando até o raiar do dia em bares clandestinos esfumaçados, ingerindo bebidas alcoólicas fornecidas por contrabandistas de rum e pela ralé. Ela é uma celebração para terminar todas as celebrações, resultado da guerra para finalizar todas as guerras. Apesar disso, uma sombra de mistério cresce na cidade de Arkham. Entidades alienígenas conhecidas como Os Antigos, espreitam no vazio além do tempo e espaço, enredando-se nos portais entre os mundos. Estes portais começaram a abrir e devem ser fechados antes que Os Antigos façam de nosso mundo seu domínio arruinado. Apenas uns poucos investigadores resistem ao horror em Arkham. Eles prevalecerão?” São essas palavras que apresentam os jogadores à caixa básica do jogo de tabuleiro Arkham Horror, um jogo para 1 a 8 jogadores, com duração de 2 a 4 horas. O jogo foi originalmente publicado em 1987 pela Chaosium e ganhou a sua versão atual em 2005. Além da caixa básica, o jogo possui cinco expansões: Curse of Dark Pharaoh (2006), Dunwich Horror (2006), The King of Yellow (2007), Kingsport Horror (2008) e The Black Goat of the Woods (2008). Ele ocupa atualmente o 55º lugar no ranking geral do Board Game Geek e 1º no ranking de jogos com a temática Horror do mesmo portal. O belo tabuleiro tem representadas as ruas de Arkham, as dimensões que estão se conectando […]

Leia Mais →

Segunda-feira lúdica – 16/03/2009

Com grande satisfação recebi na Casa do Mago ontem os amigos Hemerson e Tendson para mais uma noite lúdica. Tendson levou três jogos: Arkadia, Blukus e Dominion. Quando olhei os jogos fiquei imaginando “apenas um jogo para essa noite“, mas as coisas não foram bem assim. Tendson deixou os jogos e foi jantar e logo em seguida Hemerson chegou e então, sabendo que o Blokus é um jogo rápido, começamos uma partida. Marcos, meu cunhado, estava lá em casa e mesmo não sendo muito fã de jogos, por insistência de minha rainha, acabou jogando. Foram duas partidas rápidas e divertidas. Primeiro jogamos Blokus. Ranking partida Blokus 1Ana Paula, Franciolli, Hemerson e Marcos Ranking partida Blokus 2Ana Paula, Hemerson, Marcos e Franciolli Em seguida foi a vez de Arkadia, um divertido jogo no qual os jogadores disputam para construir um castelo. Após a explicação inicial, bem rápida por sinal, iniciamos o jogo, bastante disputado e com um placar final apertado. Tendson por tê-lo jogado várias vezes teve vantagem. Ranking partida ArkadiaTendson, Hemerson, Franciolli e Ana Paula Dominion, jogo que tem sido obrigatório em nossas sessões também veio e meticulosamente os decks foram escolhidos. Foram duas partidas rápidas, sendo a primeira com um placar muito, muito apertado e uma segunda, numa partida um pouco diferente, onde a vitória do Mago foi quase esmagador. Ranking partida Dominion 1Tendson 27, Ana Paula, Franciolli e Hemerson empatados com 21 pontos. Ranking partida Dominion 2Franciolli, Tendson, […]

Leia Mais →

DIA W

O Marcelo há muito tempo vem tentando difundir o hobbie entre os natalenses e o tem feito à maneira do trabalho das formigas, um pouquinho de cada vez. O DIA W ocorreu neste domingo no Shopping Lagoa Center e foi uma iniciativa do grande Marcelo e da Reinos Game Store, Games Workshop e Hobby Delivery. O Grupo Trampolim da Aventura recebeu um convite e juntou-se ao Marcelo, expondo jogos de tabuleiro modernos e eu passei por lá para dar uma espiada e comentar o que vi. Quando cheguei por volta das 13:30h as mesas de WarHammer ainda estavam sendo montadas, mas já era possível observar as pessoas se aproximando e se maravilhando com as bonitas peças pintadas à mão. A demonstração começou por volta das 16 h, quando dois exércitos estavam arrumados e o Marcelo explicava pacientemente as manobras e as regras do jogo para quem observava, falando como era fácil e quais as vantagens em adentrar nesse mundo maravilhoso. Mas os dragões de D&D também apareceram por lá. Leonardo levou uma linda peça de sua coleção, fazendo frente aos soldados, ainda não pintados da coleção WarHammer Fantasy. Imagina uma criatura dessas numa mesa de WarHammer! Tenho certeza que os soldadinhos dariam meia volta e sairiam correndo! E enquanto rolavam disputas na mesa de WarHammer, outros participantes participavam de mesas de jogos de tabuleiro modernos, como o card game Dominion, o Galaxy Trucker e o Ghost Stories. Todo evento na […]

Leia Mais →

Domingo lúdico – 08/03/2009

Nos reunimos hoje no QG do Trampolim da Aventura para mais um domingo lúdico. Apresentaram-se ao QG: Tendson (o anfitrião); Rafael Takeshi; Cedric; Alexsandro; Jordán; Hemerson; Franciolli. Quando chegamos (eu e Hemerson), Tendson jogava com Takeshi Neuroshima Ex, enquanto Cedric observava e Alexsandro e Jordán ficavam sentados na esperança de alguém mais aparecer. Discutimos um pouco sobre qual jogo jogar (afinal são tantos), mas por estarmos (eu e Hemerson) bem cansados, resolvemos por algo leve e depois de muito tempo discutindo, escolhemos o Dominion (só pra variar). À mesa nos sentamos: Franciolli, Takeshi, Hemerson e Alexsandro. Sorteamos os decks que comporiam as cartas de Dominion e então começamos duas partidas, com cartas sorteadas e que se mostraram completamente diferentes. Partida 1Hemerson – 33Alexsandro – 28Franciolli – 21Takeshi – 16 Partida 2Hemerson – 25Alexsandro – 21Franciolli – 19Takeshi – 15 O segundo jogo, pra completar as nossas três partidas, foi de Galaxy Trucker, um jogo no qual participamos de uma corrida espacial, tendo que levar mercadorias até o final do trajeto, passando por todo tipo de milacrias possíveis e imagináveis. Placar FinalTakeshi – 96Alexsandro – 27Franciolli – 9Hemerson – 1 Mais um ótimo domingo lúdico, mesmo com jogos mais leves.

Leia Mais →

Arkham Horror – 21/02/2009

Nos juntamos hoje a tarde, eu, Alexsandro e seu irmão Jordán para batalhar contra as forças malignas que tentam invadir a cidade de Arkham. Sorteamos, com dados, os investigadores e o Antigo, ficando assim distribuídos: – Alexsandro: Gloria Goldenberg– Franciolli: Monterrey Jack– Jordán: Vicent Lee O Antigo escolhido foi o Nyarlathotep, um Antigo muito perigoso, que acorda após 11 turnos (mais se portais forem selados) e que impõe 4 dados de penalidade nas jogadas de ataque, é resistente a magia e que força os personagens a fazer jogadas de Lore todas as rodadas para não perder Marcadores de Pistas. O grande problema é que quando o jogador fica sem Marcadores de Pista, ele simplesmente é Devorado. Hoje parecia não ser o dia para esse jogo, os astros pareciam estar alinhados contra os jogadores e nenhuma jogada de dados foi realizada sem o gasto de Marcadores de Pista, o que tornou a missão de fechar e selar os portais praticamente impossível. Após uma hora e meia de jogo fomos completamente vencidos. O número de portais abertos chegou a sete (número máximo para três jogadores), o Antigo despertou e de imediato devorou Monterrey e Vincent, ficando a sós com Gloria Goldenberg, que tendo a certeza absoluta da derrota desiste, pois todas as suas armas são mágicas e todos estavamos num péssimo dia. Erramos e erramos feio e isso custou a vida dos personagens e garantiu a vinda do Antigo para Arkham. Quem […]

Leia Mais →