Tagmar Silmaril – S01E08

FINAL DA TEMPORADA O senhor caído era o Senhor Garan, senhor dos Haram e com quem vínhamos parlamentar. Do alto da elevação, um contingente de saldados descia rapidamente, na tentativa de cercar-nos no baixio, esperando que nos refugiássemos em uma antiga ruína, mas Khamûl pediu que o Senhor Celebrimbor fugisse com Garan enquanto nós ficávamos para trás para dar-lhes cobertura. Muitos eram os soldados que desciam, três deles destacando-se por vestir robes negros e vir mais atrás, calmamente, enquanto dois outros, ficavam acima, observando. Cobrimos a fuga do Senhor Celebrimbor, mas tivemos que dar luta aos guerreiros que aproximavam-se rapidamente. O Senhor Khamûl avançava sobre os inimigos sobre o seu cavalo, enquanto Limiel e Finrod despejavam uma chuva de flechas sobre soldados. Eu (Lauresïl) comecei a conjurar meus feitiços, primeiro os de proteção. Alguns membros da comitiva haviam ficado também, homens e elfos e batalharam. Contivemos a aproximação dos soldados a grande custo. Homens e elfos pereceram, mas o número de soldados foi maior e os estranhos de manto aproximavam-se, entoando algum cântico mágico. Deveríamos sair dali. Mas um grito de batalha saído da floresta renovou os ânimos. Gloran saiu gritando, com a máxima velocidade que suas pequenas pernas anãs podiam lhe fazer alcançar e com um golpe devastador quase partiu um dos tenentes ao meio. Ficamos, lutamos e vencemos. Com todos os recursos exauridos conseguimos a vitória e vimos uma espessa névoa formando-se ao redor dos dois que estavam mais atrás, […]

Leia Mais →

Tagmar Silmaril – S01E07

O Grande Senhor Celebrimbor nos recebeu as portas de Ost-in-Edhil e nos deixou sob os cuidados de Hïdir que nos acomodou em uma das magníficas torres da cidade, que parece ter sido construída por mãos anãs e élficas, concedendo uma beleza singular ao lugar. Na sala comunal da grande torre onde ficamos instalados, conferenciamos entre nós, expondo tudo que havia acontecido enquanto estávamos separados. Limiel e Finrod Limiel, filha de Oropher, nos disse que quando nos deixou na Batalha de Belegost, perseguiu o comboio que levava o fragmento da Nauglamír e viu quando os orcs encontraram-se com quatro cavaleiros vestidos de negro. Os cavaleiros pegaram a caixa e mataram alguns dos orcs enquanto outros fugiam. Em seguida os cavaleiros partiram, e foram perseguidos por ela durante quinze dias até que chegaram a um acampamento militar entre os rios Sirannon e Glauduin, onde um grande exército de homens curvou-se a passagem deles. Vendo que não haveria uma forma de entrar no acampamento sem ser vista, Limiel encontra-se com Finrod em Ost-in-Edhil, onde ficam sabendo que Kamul, Senhor do Leste, é aguardado na cidade para compor o grupo de negociação que deverá conversar com o Garan, rei dos Haran que tomaram o rio e ameaçam fazer guerra com os elfos por acusarem-no de dar livre passagem aos Numenorians que invadem indiscriminadamente suas terras. Os haran posicionaram um poderoso exército no encontro dos rios Sirannon e Glauduin na esperança de forçar os elfos […]

Leia Mais →

Tagmar Silmaril – S01E05

Não havia som, apenas o silêncio e lancinante dor no peite onde eu supunha, a flecha havia me acertado. Os sons da guerra desvaneceram-se junto com a minha consciência e diante de Ulmo eu me ajoelhei e implorei pela vida, desejando retornar a minha missão. A escuridão mais uma vez ameaçava Arda, e mais uma vez não sabíamos quem era o inimigo, mas conhecíamos seus lacaios. A Mandos cabia a decisão de deixar-me voltar e a ele, primeiramente foi revelada a minha presença em Arda, como enviado de Ulmo, que por mim intercedeu. Agora, minha presença não era mais segredo. Para o bem, ou para o mal. O som da água me despertou. Abri os olhos e vi que estava dentro de uma carroça, e dois elfos estavam do lado de fora. Quando chamei pelo Senhor Elrond, um deles apressou-se em pedir para que ficasse quieto, que ele logo traria seu senhor, que estava comandando as tropas. Um longo tempo se passou, e enquanto meu peito doía intensamente, a espera não foi o melhor remédio. Quando o Senhor Elrond aproximou-se, trazia estampado em seu rosto uma expressão de satisfação, mas seus olhos não disfarçavam um grande pesar. Muitas vidas foram perdidas na batalha, que foram vencidas graças a chegada de Morgomir e seu exército. Sabendo que o Senhor Elrond tinha que voltar ao campo de batalha, informei-lhe que a minha presença não mais era segredo para os demais Valar e que me […]

Leia Mais →

Tagmar Silmaril – S01E04

O caos da batalha dominava a paisagem. Os orcs estavam de costas para a entrada de Belegost enquanto elfos e anões lutavam, disputando espaço e tentando suplantar as forças inimigas. O número de orcs era muito superior, haviam pelo menos sete mil batalhando. Glorand, nosso companheiro anão, correu para a divisão de seu povo e deu batalha a vários orcs, enquanto Finrod e Limiel foram juntar-se ao pelotão élfico. Eu preferi tentar ajudar os anões, que estavam sofrendo pesadas baixas e Ingbnil partiu em busca de reforços no norte. Ora os orcs forçavam anões e elfos a recuar, ora acontecia o contrário, enquanto a guerra se desenvolvia em pelo menos duas frentes principais, em uma maré de sangue, carne e aço. Gritos de comando eram ouvidos a todo momento e o caos dominava até onde a vista alcançava. Corri para trás da primeira fileira de anões, conjurando devastadores feitiços ígneos sobre o inimigo, mas eles eram muitos e pareciam bater com mais força no lado anão. Fui atingido por flechas do inimigo e Glorand, que lutava na vanguarda recebeu uma forte estocada do inimigo, mas o ferimento que teria matado uma criatura comum, pareceu sequer tê-lo afetado. Enquanto lutava com uma flecha espetada em meu braço, vi o Senhor Elrond gritar ordens e comandar, ao lado de Halor mais uma investida. Horas haviam se passado e recuando ou avançando, parecíamos na melhor das hipóteses equilibrar a balança da batalha. Voltei […]

Leia Mais →

Tagmar Skyrim – S01E02

Tentando ser silencioso, o grupo entra em um salão de pedra, onde é possível ver, embora parcialmente, um homem e uma mulher próximos a uma fogueira. Os dois percebem a movimentação do outro lado do salão e enquanto a mulher corre desembainhando seu gládio, o homem arma seu arco para atirar contra o grupo, mas três arqueiros já preparados conseguem dar cabo dos bandidos antes mesmo que eles estejam próximos ou mesmo com a flecha pronta para disparar. Aproximando-se dos corpos, eles percebem que existem três prisioneiros, um dos quais está mundo ferido. O clérigo pede que Faendal fique e o ajude a estabilizar o moribundo e os demais libertam os outros dois, um elfo rastrador e um humano bardo, que dizem ter sido capturados a dois dias quando saiam de Riverwood em direção a Whiterun. Os dois juntam-se a Ivorn e seguem masmorra adentro em busca de Arvel, o Dunmer responsável pelos roubos e pelo sequestro. Após caminharem por corredores cheios de alcovas, a maioria delas guardando urnas funerárias, chegam a esta sala, decorada com figuras de animais. No chão, uma alavanca parece ser a única forma de abrir o portão. O bardo puxa a alavanca e é libera uma poderosa armadilha que por pouco não o acerta, mas destrói todo o seu ânimo. Tentando com uma corda, ele puxa diversas outras vezes a alavanca e a armadilha sempre volta a rearmar-se. O guerreiro resolve tentar mover as figuras […]

Leia Mais →

Tagmar Skyrim – S01E01

Chegar em Riverwood, meio caminho de Whiterun, sem muitas moedas no bolso, não é uma boa ideia, principalmente em um reino onde os efeitos da guerra civil começam a ser sentidos em todos os lugares. Os Imperiais, vindos de Cyrodiil tomaram Helgen e sabe-se que eles querem tomar toda Skyrim, subjugando qualquer resistência. Muitas pequenas vilas, como a própria Riverwood, é indefesa e não possui qualquer proteção, estando completamente indefesa. Em vários pontos do reino, o número de roubos aumentou. Bandidos vagam pelas estradas, impondo em alguns lugares as suas próprias leis, algumas deles, dizem, tomaram para seus bandos pequenas fortalezas espalhadas pelo reino. Enquanto os cidadãos que fazem de Riverwood seu lar dormem, uma pequena comoção é ouvida na loja Riverwood Mercadorias, mas somente pela manhã algumas pessoas procuram efetivamente o dono do estabelecimento, Lucan Velerius, a maioria apenas para saber o que acontecera, com ninguém realmente pensando em ajudar, a não ser por duas pessoas. Bandidos entraram na sua loja e ele desconfia tratar-se de bandidos do grupo de Arvel, o Lépido, um Dunmer que estabeleceu-se no Túmulo das Cataratas Sombrias, um antigo cemitério no alto da montanha, a cerca de oito horas de viagem de Riverwood. Na taverna, o clérigo e o guerreiro ficam sabendo de uma carta de recompensa pela cabeça de Arvel, uma quantia razoável de 100 moedas de prata, que podem rapidamente somar-se a mais 50 moedas de prata de recompensa que Lucan oferece pela recuperação de […]

Leia Mais →

Tagmar Silmaril – S01E03

Após uma noite de descanso, reuni-mo-nos novamente com o senhor Elrond, discutindo o que deveríamos fazer, desta vez na companhia de Ingbnil e Finrod, um humano que trazia notícias de Eregion, onde reina o senhor elfo Celebrimbor. De acordo com Finrod, Eregion estava fechando suas fronteiras, uma notícia que nos preocupou imensamente. Mas Eregion é distante, precisávamos descobrir porque os orcs atacaram com tamanha força Belegost e o que queriam em Nogrod. Concordávamos todos, que o ataque a Belegost fora arquitetado, planejado por uma mente mais astuta que a de um orc, mas quem seria o responsável por este ataque? E porque? Belegost ou Nogrod guardaria algum tesouro? Alguma relíquia que interesse os servos da escuridão? Teria o estranho que falou com Maglor na costa alguma participação nesses eventos? Muitas perguntas, nenhuma resposta, ainda. Como solicitado, é trazida a nossa presença o mestre anão Glarin, que escapara do massacre de Belegost. Ele nos contou que os orcs chegaram rapidamente e atacaram com trolls, destruindo completamente Belegost e destacando um regimento menor para Nogrod, onde um pequeno número de mestres anões se revezava na manutenção do local, que possui grande importância histórica para os de sua raça, sendo construída em algum período na Era das Árvores, quando os Pais dos Anões despertaram abaixo do Monte Dolmed. Gloran, de nossa comitiva, revelou ter feito guarda algumas vezes em Nogrod diante das portas de uma sala que só era aberta quando o Rei […]

Leia Mais →

Tagmar Silmaril – S01E02

Os lideres do ataque fugiram, ou pelo menos nos fizeram pensar que fugiram, mas retornaram com um contingente muito maior. Graças as habilidades de Limiel e a coragem de Ingbnil conseguimos achar uma passagem protegida que nos leva a uma baía, enquanto Ingbnil tenta despistá-los, separando-se da comitiva. Ao longe é possível perceber uma cabana solitária na praia e decidimos ir até lá, confiando na possibilidade dos orcs se atrasarem, ou menos não encontrarem a nossa trilha em virtude dos poderes utilizados por Limiel. Tentando ser furtivo nos aproximamos da cabana pela mata e somos recebidos por um velho homem, cujas ideias parecem embaralhar-se a medida que conversa, feliz por nos ver, afirmando que não vê ninguém a muitos cair das folhas e triste por recordar-se de algo que ficou no mar. Ao convidar-nos para entrar em sua casa, toca nossos ombros em sinal de amizade, ao que nossos ferimentos são instantaneamente curados. O homem, que não recorda seu nome, diz que a última visita que recebeu foi de um homem alto e muito belo que lhe deixou presentes a muito tempo e que procurava seu irmão, que ele também não soube nos dizer o nome. Os presentes, um conjunto de pratarias de uma beleza extraordinária, obra de um grande mestre artífice, que destoava de tudo ali naquela cabana simples. Naquele momento percebemos uma característica no velho homem, sua mão direita estava queimada, o que dificultava os movimentos com ela. […]

Leia Mais →

Tagmar Silmaril – S01E01

Eu era um Maiar, ou ainda sou, mas decidi ajudar o Senhor das Águas, Ulmo, o Valar, a descobrir que mal insidioso lança suas sombras sobre Arda e abrindo mão de minha imortalidade, assumo a forma de Laurësil, o Verde, enviado de Ulmo. Com a ajuda de Círdan “O Armeiro”, nobre senhor élfico e amigo desde tempos imemoriais, convocamos representantes das raças livres, que pelo bem de Arda, lutariam, dando suas vidas se necessário para descobrir a causa do mal que se avulta sobre Arda: Limiel, filha de Oropher, da Floresta Verde; Gloran, mestre anão de Belegost, das Ered Luin; e Ingbnil Kerytron, de Númenor. Em número reduzido nos reunimos em Mithlond, onde Círdan nos falou sobre a movimentação do mal, sentido em todos os reinos e pediu que fôssemos até Lindon, ter com amigos, os quais ele mesmo não podia dizer os nomes, mas os quais encontraríamos e nos deu um pergaminho em branco. Partimos de Lindon rapidamente em um dos barcos de Círdan, sob o comando do experiente mestre dos mares Ingbnil Kerytron, de Númenor, que nos conduziu sem problemas pelo Golfo de Lhûn. Enxergando as imponentes Ered Luin, confiamos a missão de nos guiar a Limiel e Gloran, pela capacidade em encontrar e seguir trilhas da primeira e pelo conhecimento da área do segundo, mas as sombras estão se movimentando, e somos avistados por Orcs descendo as Ered Luin. Tentamos fugir, mas eles são mais rápidos e nos alcançam. Damos batalha aos […]

Leia Mais →

Dados da destruição

Aventura de Tagmar 2. Cenário: Terra Média. Um Istari (Laurësil), uma elfa patrulheira (Limiel), um anão  guerreiro (Glorand) e um guerreiro numenoriano (Ingbnil), após reunirem-se com Círdan “O Armeiro”, partem dos Portos Cinzentos em direção a Lindon, onde devem encontrar-se com contatos de Círdan que lhes falarão sobre estranhos fenômenos que estão acontecendo na Terra Média. Saindo do Golfo de Lhûn, o grupo segue avistando as Ered Luin e Glorand, o anão, percebe uma movimentação ao longe. Um grupo, àquela distância não possível de determinar. Observando a movimentação do outro grupo, a caminhada é retomada até um pequeno córrego, que é utilizado como um obstáculo, caso o outro grupo seja hostil. Logo, identifica-se o outro grupo, como sendo de Orcs. Quinze orcs perambulando próximo as Ered Luin. O grupo se prepara para a batalha. Limiel sobe em uma árvore próxima disparando flechas. Ingbnil com seu arco de guerra fica ao lado de Laurësil e Glorand, que aguarda as criaturas aproximarem-se de seu potente machado. Quando as criaturas se aproximam, as flechas do arco de Limiel e Ingbnil são disparadas em rápida sucessão, derrubando dois orcs. Aproximando-se um pouco mais do riacho, Laurësil dispara três dardos de gelo, derrubando mais dois e ferindo um terceiro orc. Tentando atacar Ingbnil, dois orcs caem, assim como dois outros tentando atacar Gloran. Laurësil sofre dois ataques dos orcs, mas consegue desviar-se dos mesmos, mas logo se vê cercando por três orcs. E então… os […]

Leia Mais →