O tesouro da rainha dragão

Publicado por

O Culto do Dragão é uma das organizações mais antigas em atividade em Forgotten Realms, tendo a sua imagem vinculada diretamente aos dracolichs, embora não sejam eles o ponto central da primeira grande aventura dos Reinos Esquecidos.

Quando Sammaster, no Ano das Pérolas Caídas (887 CV), lançou sua primeira tradução do profético Crônicas dos Dias Por Vir, do profeta Maglas, uma de suas passagens, erroneamente traduzida, deu início ao Culto do Dragão, com sua perspectiva de que os dragões mortos-vivos governariam o mundo inteiro, um dia.

Os cultistas insanos, tanto quanto o seu fundador, acreditam nisso e trabalham arduamente para convencer dragões a tornarem-se lichs e com a ajuda do culto tomar o seu lugar na ordem natural (?) das coisas, aumentando a base de poder de algumas células da organização como consequencia.

Isso fez com que o Culto do Dragão fosse diretamente associado aos dracolichs, mas a nova aventura da Wizards (Kobold Press), apresenta uma abordagem inteiramente nova.

Com a morte de muitos dos membros, seja por grupos de aventureiros, seja por dragões desapontados com as propostas, novas ideias começam a tomar lugar e um círculo interno dentro do culto, com uma visão um pouco diferenciada, não acredita que o caminho seja transformar dragões em dracolichs, mas sim libertar a deusa Tiamat, a Rainha dos Dragões, de sua prisão em um dos níveis superiores dos Nove Infernos diretamente para os Reinos.

Os detalhes de como eles pretendem realizar este ato de insanidade serão revelados no Hoard of the Dragon Queen e se estenderá na Rise of Tiamat.

Dada as características assumidas recentemente nas aventuras sancionadas, da existência de facções, não acho improvável que eles explorem, e muito, a possibilidade dos personagens fazerem alianças com cultistas fiéis a ideologia dos dracolichs e que desejam por fim aos planos de trazer a Rainha dos Dragões para os Reinos, criando uma situação bem interessante.

O Culto do Dragão também adotará uma postura mais ofensiva na Costa da Espada, tornando-se mais ativa e por conseguinte perigosa.

Estou realmente muito interessado na nova edição e nas possibilidades de mudanças em todos os cenários.

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s