D&D 4E já tem material suficiente

Desde a primeira edição do D&D aqui no Brasil, ainda na caixinha da Grow (naquela época já era um jogo de tabuleiro) que eu acompanho este RPG fantástico e a medida que ele foi “evoluindo” eu fui acompanhando, sempre achando as mudanças muito bem-vindas.

O número de livros lançados para todos as edições é realmente de assustar! Um colecionador precisaria de um espaço realmente gigantesco e embora eu acredite que para a segunda edição tenham sido publicados mais livros (em inglês é claro) do que para a terceira edição, foi com a terceira edição que comecei a ler e ouvir comentários sobre a política caça-niqueis da empresa.

Assim que a quarta edição do Dungeons & Dragons foi lançada, a primeira coisa que me perguntei foi: “Será que o número de suplementos vai ser tão grande quanto na terceira edição? Será que eu vou gastar todo o meu suado dinheirinho comprando livros, arriscando até mesmo o divórcio?“.

Felizmente as coisas não aconteceram como eu previa, embora a Wizards of the Coast tenha lançado um novo produto, um tal de D&DInsider, que permitia que você fizesse fichas (com o Character Builder), acessasse as revistas Dragon e Dungeon (que mudaram do formato impresso para o formato digital) com conteúdos exclusivos e ainda um tal Adventurer Builder que nunca vi completo, onde você poderia modificar monstros e usá-los em suas aventuras e que prometia uma plataforma para jogar on-line, uma que após cinco anos do lançamento da 4ª edição ainda não ficou pronta.

Confesso que, do DDI, os únicos produtos que me faziam continuar a assinatura era o suporte ao Character Builder e as revistas, que muitas vezes (mas nem sempre) traziam bons materiais e aventuras que costumava usar na mesa de jogo, mas era só.

Logo a WotC lança uma nova linha de produtos, os Essentials, que na teoria seria voltada para os jogadores iniciantes e cujo melhor produto, na minha opinião, foi o Rules Compendium, que comprei sem hesitar. Todo o resto para mim, completamente sem utilidade – mesmo os Dungeon Tiles, que achei bonitos a princípio, mas que para montar grandes complexos exigem a compra de vários tipos de cenários, e o pior, repetidos.

Quando o número lançamento de suplementos para a 4ª edição começou a ser reduzido eu comecei a ver isso como um bom sinal, afinal de contas, o número de suplementos e cenários de campanhas já estava pra lá de bom.

Não acredito, de forma alguma, que o sistema ficou sem suporte, não precisamos de inúmeros suplementos lançados aos borbotões para que o sistema seja jogável. O material lançado já é demasiado suficiente e já representa uma pequena coleção de livros com tantas ideias para aventuras que poderiam levar milhões de grupos de aventureiros entretidos pelo resto da vida.

Só tenho um ressentimento em relação a quarta edição, o fato da WotC não ter lançado o Ravenloft Cenário de Campanha, mas se o sistema não fosse tão bom quanto o Dark Sun Cenário de Campanha, provavelmente o meu ressentimento se transformaria em frustração.

Categorias: Jogos de RPG

Tagged as:

11 comentários »

  1. Olha o prato cheio para os profetas da 5ª Edição de D&D aê, realmente o número de suplementos caiu aja vista os anos anteriores, no entanto, isso não tem nada haver com uma futura edição, tem mais a ver com o amadurecimento do sistema, afinal seria estranho e o material não teria a mesma qualidade se fosse lançado aos litros, como no primeiro ano. O Pessoal esquece é que a WotC não rem 5 mil funcionários, ela não tem nem 50 poh!

    Curtir

  2. Eu sinceramente gostaria de uns dois ou três suplementos específicos pra 4E, mas que não viesse na porcaria dos boxed set. Sinceramente, como o Marcelo Dior diz, não vejo muita diferença entre 4e e essentials. É só uma versão mais simplificada da mesma coisa. Mas mesmo assim, adoraria mais alguma atenção final à 4ª edição. De preferência sem caixas.Feywild e Shadowfell poderiam ser bem melhor utilizadas ao meu ver. Daria pra ter uns lançamentos legais!

    Curtir

  3. Profetas da 5ª Edição? Pensei que eles jaziam mortos-vivos! Fico grato pelo “amadurecimento da edição” e pela atenção que os produtores tem dado a outras linhas de produto que não me interessam.

    Curtir

  4. Em relação as caixas eu tenho uma opinião diferente da sua, adoro as caixas e teria me amarrado ainda mais se todos os produtos tivessem vindo nelas desde o começo, embora a série Essentials não me tenha realmente chamado a atenção.Eu ainda vou dar uma olhada no suplemento Shadowfell – acredito que ela tenha sido a versão Ravenloft multi-cenário (embora espere que não) – e no Feywild que mereciam ser bem explorados pelo contexto deles dentro dos cenários.Obrigado pelo comentário.

    Curtir

  5. A 4E já tem um ótimo suporte. E acredito também que os lançamentos já estão acabando…Eu gostei dessa edição, porém, meus jogadores preferem a 3.5…Não acharia ruim um lançamento da 5E em breve…

    Curtir

  6. Obrigado pelo comentário Edu.Eu também não reclamaria de uma nova edição, já encontrei a minha e ultimamente estou vislumbrando um novo nicho do RPG que não conhecia, o dos RPGs Indie, que tenho aconselhado em meus posts.

    Curtir

  7. Muito boa a reflexão Franciolli, acho que o amadurecimento da uma linha como o D&D não deveria vir pelo numero de suplementos lançados, isso ao meu ver é apenas um resquício dinossaurico de tempos passados ( anos 80). acho que hoje em dia qualquer empresa de jogo deveria estar mais antenada no que o consumidor precisa “realmente” E NAO EM LANCAR SUPLEMENTOS A DEUS DARÁ!sou colecionador e jogador, e comprei a 4th edição na pré venda, joguei com meu grupo ate a primeira mudança de tier, e dae resolvemos que o jogo não atendia as nossas necessidades e retornamos ao 3.5 e ao Pathfinder, somente hoje com a chegada da mega campanha de Neverwinter é que vislumbro a volta e já desanimo com a possibilidade de uma 5th edição!e quanto a espaço pra guardar tudo, sim vc tem razão, é necessário muito espaço! 😉

    Curtir

  8. Como todos, eu esperava Ravenloft para a 4E… Se até 2012 não for anunciado nenhum novo cenário ou grandes novidades… a 4E tá morta. Uma nova edição vem aí…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s