Perícias sérias: perícias sob o microscópio

Publicado por

Eu tenho escrito um pouco sobre desafios de perícias neste site. Eu quero agora discutir os alicerces dos desafios de perícias – as perícias em si. Eu não me importo se elas são adequadas, inadequadas, numerosas, muito amplas, mecanicamente pobres, etc. Eu me importo apenas com o que as perícias são, por que na verdade é isso que elas são para nós e isso é mais interessante.

Eu vou tratar aqui de alguns diferentes pontos e perspectivas sobre as perícias. Vamos chamá-las de lentes. Cada lente proporciona um filtro para a utilização das perícias nos jogos. Nós vamos falar sobre as lentes que estamos usando e em seguida vamos examinar as perícias sob estas lentes. Muitas dessas lentes você provavelmente já usou; outras são menos comuns, mas ainda merecem ser consideradas.

Perícias como mecânicas

De outra forma conhecida como “Perícias como são”. A mais simples e mais importante lente. Mecânicas são o que as perícias são e o que as perícias verdadeiramente são dentro da estrutura do jogo. Isso é importante por razões óbvias – elas deixam você fazer as coisas – mas é ainda mais importante pelo que elas descrevem. A descrição das perícias criam uma esfera de atividades com as quais as perícias lidam e seus efeitos. Furtividade por exemplo:

Faça um teste de Furtividade para esconder-se de seus inimigos, esquivar-se de guardas, mover-se sem ser notado, ou esgueirar-se para junto de pessoas sem ser visto ou ouvido.

Esta sentença proporciona o alicerce de nossas outras lentes. A lista de atividades se traduz em plataforma, sentido e contatos.

Perícias como plataforma

Você provavelmente já usou estas lentes; o sistema de perícias da 4ª edição não tenta, de forma alguma, ser compreensivo. Isso pode ser um ponto forte se você puser um pouco de imaginação. As “lacunas” entre as perícias nesta edição de D&D nos compele a olhar para as perícias como plataformas de atividades que o jogo não necessariamente define. Se você for um marinheiro, suas perícias se tornam uma plataforma para a nevegação. Suas perícias assumem o contexto da navegação. Natureza como uma plataforma para navegação é uma versão adaptada de Natureza como ela é.

Usar perícias como plataformas é sobre criar uniões felizes entre uma perícia e outras atividades que espreitam nas lacunas entre as perícias.

Perícias como sentidos

Você foi instruído, treinado ensinado e praticou uma perícia até próxima da maestria. O que você tem além de um alto valor?

Eu tenho um valor astronômico em Ladinagem. Se você me der uma fechadura, eu a abrirei. Se for uma armadilha, eu a desarmarei. Todas estas são minhas capacidades como elas são. Mas vamos ver sob o olhar de um mestre ladino. O que ele ou ela percebe? Que informações nós obtemos quando olhamos o mundo pelos olhos de uma ladrão?

Bem, eu não quero alarmá-lo, mas a forma como você está se sentando torna fácil roubar a sua algibeira. Na verdade eu já fiz isso. Me desculpe, velhos hábitos. Tome!

Eu perscrutei a sua casa numa questão de segundos, reflexivamente e sem esforço; Eu posso dizer-lhe que tipos de fechaduras tem nas portas (são de péssima qualidade, a propósito) e estou pensando em quais fechaduras eu usaria.

As perícias como uma forma de super percepção é uma recompensa do mestre para os jogadores por especializar-se nas perícias. Isso também pode ser usado como um tempero para a descrição da cena ou narração. Isso sempre deve ser feito a critério do mestre, mas a utilização sábia desta lente pode fazer coisas fantásticas pela sua estória.

Perícias como rede social

Nós temos lidado muito com o que você sabe e o que você pode fazer com uma perícia. As perícias também podem definir quem você conhece. Ser treinado em uma perícia assume que você conheça alguém que o tenha ensinado; com quem mais você fala durante os intervalos das aventuras? Você precisa ser um pouco mais cuidadoso ao usar estas lentes ou você pode terminar transformando Streetwise em uma perícia inútil, embora a premissa básica seja forte. Você tem uma chance de conhecer outras pessoas próximas que compartilham de seu conjunto de perícias.

Ao observar as perícias sob estas lentes, adquirimos perspectivas e ferramentas que tornam nossas estórias mais interessantes e mais recompensadoras. Agora que temos este conjunto de perspectivas, iremos aplicá-la as perícias padrão do Livro do Jogador, começando com Acrobacia e terminando com Ladinagem.

__________

Texto original: Serious skills: skills under the microscope
Postado em: 18 de agosto de 2010
Autor: gamefiend
Site: At Will

Um comentário

  1. Olá Fraciolli, esse prisma no uso das perícias é interessante afinal saimos de um sistema de perícias que queria fazer tudo para um que pode ser tudo. Isso acabafazendo com que o trabalho do mestre nessa dimensão seja apena so de limitar o que pode ser feito, no entanto ainda sinto falta de descrições mais vivas, que fazem o jogador ter vontade de ter a perícia só pela leitura, isso nunca mais vi acontecer na 4E.Eu prefiro, por exemplo, não deixar meus jogadores fazer coisas diferentes com arcanismo. Nada de atear fogo a uma corda, quer sair? Estoura essa porra ou desloca o ombro, o Rudine não fazia isso se vira peão para não morrer emborcado.Os jogadores o mestre tem de aprender a combinar as coisas, o jogo tem de ter desafios e nada sem limite tem desafios!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s