Construção de Mundos 101: Poder marcial

Publicado por

Texto original: World Building 101: Martial Power
Postado em: 13 de janeiro de 2010
Autor: Brandan Landgraff
Site: D20 Source

Continuando a serie de artigos discutindo vários elementos de campanha, hoje nós vamos dar uma olhada na fonte de poder marcial e as considerações associadas. A fonte de poder marcial é aparentemente a mais fácil de ser posta de lado por ser a opção mais simples e mais “realista” – visto que é difícil encontrar exemplos históricos de pessoas clamando por deuses, espíritos primordiais ou segredos arcanos em batalhas, mas existem muitos exemplos de homens golpeando outros com objetos afiados. No entanto, negligenciar a fonte de poder marcial significa prestar um desserviço para o seu mundo de campanha e a todos os seus jogadores que interpretam heróis marciais. Ao invés disso considere as formas como você pode desenvolver as tradições marciais do seu cenário de campanha para conceder-lhe mais sabor.

Um ponto chave que deve ser lembrado quando estiver abordando as classes marciais é que elas não representam o posto nas fileiras dos soldados em seu mundo de campanha. Um personagem marcial, seja o seu Guerreiro, Ladino, Patrulheiro ou Senhor da Guerra, representam os mais resistentes, hábeis e mortais entre seus iguais, mesmo no primeiro nível. Quando estiver planejando as instituições marciais de seu mundo, tenha em mente que é possível para um guerreiro começar como um membro regular de uma unidade militar na milícia de uma cidade, mas algo excepcional o coloca a parte dos demais.

A partir disso, assume-se que os personagens marciais possuem alguma vantagem no treinamento em comparação a pugilistas e membros da infantaria. A seguir são apresentadas várias possibilidades para a sua campanha, cada um com seus talentos associados, proezas, históricos e ganchos de aventura para o desenvolvimento do personagem. Alguns destes elementos já possuem opções mecânicas lançadas. Sua campanha pode incluir mecânicas existentes ou desenvolver as suas próprias para encaixar-se as necessidades de seu mundo.

Colégio Militar: Como uma instituição para educar aspirantes a generais ou líderes, um colégio militar pode ser uma fonte de guerreiros e senhores da guerra. É possível ter táticas ou estratégias – talentos ou proezas, em termos mecânicos – que se tornam disponíveis apenas para estudantes de um colégio em particular. Os requerimentos para os estudantes pode ser qualquer coisa que você deseje. Talvez a escola aceite apenas aqueles nascidos na nobreza, ou apenas cidadãos da nação a qual a escola pertence. De outra forma, a escola pode estar aberta a qualquer um que demonstre habilidades com armas e bravura, ou mesmo para todos aqueles que impressionem o fundador de alguma forma. O avanço nas técnicas de um colégio militar pode requerer treino adicional no próprio colégio, especialmente para talentos e proezas específicas da escola, ou poderá ser fácil explicar as habilidades especiais a medida que o estudante desenvolve os fundamentos das instruções nacionais. Estes talentos ou proezas devem focar em aperfeiçoar o básico e especialização de táticas.

Escolas militares preparam para a guerra.

Ordens de Cavalaria: Para personagens favorecendo a nobreza e o combate com armaduras pesadas, você deveria desenvolver uma ou mais ordens de cavalaria. Os requerimentos para associação podem ser mais esotéricos do que os colégios militares; os aspirantes deve provar a si mesmos com uma missão, demonstrar suas virtudes de nobreza e cavalaria, ou de outra forma mostrar que eles merecem se tornar membros. Progredir nos níveis da cavalaria também pode requerer dedicação e missões posteriores. Diferentes ordens de cavaleiros podem, novamente, oferecer treinamento em talentos e proezas únicas; como treinamento focado em duelos graciosos.

Companhias Mercenárias: Para aqueles perseguindo caminhos menos honrados, existe a possibilidade de alugar espadas. Diferentemente dos mercenários individuais, que podem se juntar a caravanas ou agir como guarda-costas para patrões ricos, companhias mercenárias são grupos de mercenários organizados em estruturas pseudo-militares que vendem ser serviços como uma unidade completa, tipicamente como parte de uma operação militar em larga escala. Dependendo da natureza da campanha, uma companhia mercenária poderia contar com todo tipo de personagem marcial envolvido – diferente das ordens de cavalaria, o principal objetivo das companhias mercenárias é sobreviver, vencer e receber o pagamento. Os requerimentos para associação podem variar amplamente. Algumas companhias podem valorizar suas reputações por honra e integridade, enquanto outros podem focar na vitória a qualquer custo. Talentos e proezas ensinados por mercenários poderiam focar em táticas de grupo e talvez um pouco de deslealdade efetiva.

Guilda de Ladrões: Todas as “boas” guildas de ladrões são difíceis de rastrear por qualquer um que não façam parte dela, mas para seus membros, eles podem proporcionar treinamento para a maior parte das disciplinas marciais. Guerreiros e senhores da guerra são tão valiosos para a guilda como valentões e líderes de gangues, como assassinos ou ladrões, e patrulheiros são excelentes ladrões de estrada. Entrar, no entanto, é bem mais fácil do que sair. Normalmente os requerimentos para associação na guilda de ladrões não é mais do que provar-se útil. O treinamento irá focar em furtividade e luta suja, mas eles não manterão seus segredos – com dinheiro suficiente pode-se comprar os conhecimentos que a guilda tem para oferecer.

Mestres Ocultos: Sempre existe espaço quando explorando a fonte de poder marcial para treinamento vindo de um velho eremita que um dia foi um grande general de um reino, ou um lendário ladrão aposentado depois do maior roubo de todos os tempos. Treinar com esta fonte pode gerar qualquer situação dependendo da personalidade do mestre, mas a real dificuldade reside em encontrar o professor e convencê-lo que você é merecedor de aprender seus segredos. Isso pode representar uma missão longa, ou ela pode ser usada no histórico do personagem. De qualquer forma, ele pode levar a excelentes oportunidades de interpretação.

Combate de Gladiadores: Muitas culturas tem celebrado esportes sangrentos. O desafio de um duelo numa arena pode manter o coração pulsando e a adrenalina pulsando nas veias. Com um personagem treinado em combate gladiatorial, é possível que exista uma organização ensinando os combatentes, ou pode ser que cada gladiador seja ensinado por um mestre – provavelmente um gladiador aposentado – e tem proezas registradas, estilos e talentos. Tipicamente eles serão focados em manobras vistosas e cruéis, podendo envolver ataques que envolvem abrir a guarda para ganhar alguma vantagem. Afinal de contas, o público adora bons homens-espetáculo.

Estas suas apenas algumas opções de detalhamento das tradições marciais de seu cenário de campanh
a. Encoraje seus jogadores a pensar sobre onde eles aprenderam a lutar. Eles podem vir com alguma coisa interessante que você não considerou e que irá enriquecer a sua campanha. Tente evitar cair na armadilha de esquecer a fonte de poder marcial – como você pode ver, existem muitas possibilidades de trazer sabor a seu mundo de campanha pela definição de estilos, proezas e organizações para a fonte de poder marcial.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s