Sessão 15 – Campanha D&D4E

Publicado por

No Monastério do Precipício o grupo se recupera e observa o movimento daqueles que vêm e vão, mas não se interessam muito em buscar informações sobre algumas coisas que eles viram, mas encontram-se com Thurr Gargengrim, um anão comerciante que traz vários itens para serem negociados.

Armym e Argon compram poções de cura, mas ninguém mais se interessa pelos bens vendidos pelo anão.

Durante a noite, Armym cuida de Galinndan, que fora mordido por um dos licantropos e estava sentindo-se mal. Por mais que Galinndan reaja, é graças às ervas de Armym que ele se recupera, já estando bom pela manhã.

Após o desjejum, o grupo se dirige para o baluarte e quando chegam ao local, percebem que as portas foram novamente fechadas, embora agora, tenham sido apenas escoradas. Will consegue forçar a porta e elas caem e todos percebem que a sala, antes ocupada, agora está vazia, não tendo sido deixados nem mesmo os corpos dos halflings licantropos enfrentados no dia seguinte.

Gallindan sobe até o último piso para constatar que apenas os besouros foram deixados para trás e então eles seguem pelo corredor no primeiro piso, por dentro da parede do baluarte e vêm uma porta dupla fechada no final do corredor.

Andos e William forçam a porta, arrombando-a e revelando em seu interior um grupo que parecia, já esperava por eles.

Três guerreiros humanos, um halfling e dois draco-cuspidores estavam dentro da sala e reagiram prontamente a invasão.

“- Morram malditos assassinos!” Gritou o halfling enquanto ordenava que os guerreiros atacassem.

Os draco-cuspidores se posicionaram e começaram a cuspir ácidos e um morcego infernal apareceu, rasgando com sua cauda aqueles que estivessem em seu caminho.

Após alguns momentos do combate, quatro lobos zumbis desceram as escadas e se engajaram no combate, complicando a situação.

Após a descida dos zumbis, mais um halfling desce e vê o halfling que estava na sala já morto e uma fúria assassina toma conta dele.

Andos, Argrom e Armym caem vítimas dos ferimentos, mas Argrom e Armym não conseguem, ficando apenas Galinndan e Will de pé!

Balanço da Sessão

O combate foi sem dúvida alguma mortal e após a sessão todos ficaram comentando o seu nível de letalidade. Infelizmente dois personagens morreram, mas a morte deles pode trazer uma conseqüência positiva para a campanha! Veremos no próxima entrada da campanha!

A falta de um dos jogadores causou um impacto negativo na coesão do grupo e as coisas desandaram, mas faz parte do jogo.

———————————————
Sessão do dia 06 de outubro de 2009
Campanha Portal de Baldur

Narrador
Franciolli Araújo

Jogadores / Personagens
Alexsandro Dantas – Argrom Tasgraum (Dragonborn Warlord 3 de Waterdeep)
Álvaro Dantas – Will (Humano Guerreiro 3 da Terra dos Vales)
Anderson Silva – Andos Molikscarir (Dragonborn Bárbaro 3 de Águas Profundas)
Leandro Nantes – Galindann (Eladrin Warlock 2 de Águas Profundas)
Hemerson Bezerril –  Armym Wood (Humano Druida 3 do Vale das Sombras)

2 comentários

  1. O que mais me incomoda, caro amigo Diego, é os personagens terem morrido justo quando eu havia falado sobre TPK de aventureiros que se comportam como bando.Eles realmente se comportaram como um grupo, mas ainda há esperança para eles! A magia de Spellgard é forte e existe muita coisa oculta naquelas muralhas.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s