Campanha Vale Nentir – Sessão #06

Na sexta-feira dia 25.09 jogamos mais uma partida da Campanha Vale Nentir e foi a minha primeira partida Mestre vs. Jogadores e confesso que me senti muito bem com o ocorrido. Vamos ao reporte.

O grupo chega a Abrigo do Inverno com um prisioneiro kobold e pedem para deixá-lo com o responsável pela guarda, de forma que são orientados pelos guardas do portão a dirigirem-se até os quartéis.

Quando chegam no local são recebidos por Rond, capitão dos Guardiões de Winterheaven que se impressiona com o feito do grupo em capturar uma daquelas pragas – afinal eles deveriam tê-lo matado – e pede que o Lorde Padraig seja chamado para conversar com o grupo.

Quando ele chega, conversa um pouco com o grupo e faz uma proposta, depois de ouvir que eles tinham conseguido livrar a cidade de Fallcrest de uma praga de kobolds. O grupo tenta negociar, mas essa situação o deixa um pouco desconfortável e ele acaba falando com a arrogância de um regente e o grupo acaba entendendo as suas limitações.

Ele informa que a noite levará um mapa com a localização do covil de tais criaturas e despede-se. Nesse ponto eles vêem a irmã Linora saindo de um galpão e dirigindo-se para o portão interno e a interceptam.

Nesse ponto se deu uma cena interessante. O clérigo de Pelor e mentor do personagem Allex Sidrax em Fallcrest recebeu uma carta de Marla da Grande Igreja, sacerdotisa de Pelor, informando que tinha tomado conhecimento de uma movimentação de um culto maligno atuando na região e solicita ajuda, mas ela não está em Winterheaven e os jogadores confundem alhos com bugalhos e a cena é um tanto quanto hilária.

A irmã Linora ao ser cumprimentada pelos membros do grupo e solicitada para uma conversa, vai com eles até o tempo, que fica bem próximo e lá conversa com eles. Ela fica sem entender o motivo pelo qual eles acham que ela escreveu uma carta e mais ainda por eles acharem que ela conhece Grundelmar, o clérigo anão de Pelor que lhes falou sobre a carta e demandou essa viagem.

Achando que eles estão confusos pela viagem, ela os deixa partir e entra no templo de Avandra.

O grupo dirigi-se a Estalagem Wrafton e lá são muito bem recebidos pela proprietária Salvana Wrafton que responde suas perguntas e orienta-os em relação a alguns serviços. Depois de orientados todos vão para seus quartos e descansam até a noite, quando o cheiro de ensopado e carne de carneiro preenche o ar.

O grupo se reúne novamente na taverna e observam o movimento. Algumas pessoas entram e sentam-se e Vani, a halfling, resolve socializar com os clientes, mas não parece conseguir escolher as palavras certas, não sendo bem sucedida em suas investidas.

Elkantar, o drow, tenta conversar com Ninaran, uma elfa caçadora que vive na região, mas ela o despreza e aos demais que tentam conversar com ela.

Lorde Padraig chega na taverna e procura pelo grupo e após uma conversa rápida lhes entrega um mapa com a localização do covil dos kobolds, mas os membros do grupo, que ouviram falar num tal Dente-de-Ferro gostariam de mais informações sobre esta criatura que eles não sabem o que seja ou quem seja essa criatura.

Mindartis, o eladrin, parece não demonstrar muito respeito pelo Lorde Padraig e alguns percebem isso, inclusive o olhar fulminante que o Lorde direciona ao mago, indicando que se eles não tiverem cuidado, poderão ter problemas.

Allex Sidrax ainda conversa com Valthrun e Dephina, que em sua conversa falam sobre a presença de goblins na velha ruína. Ela fala sobre a localização da ruína e pede que eles tenham cuidado.

Todos se recolhem.

Na manhã seguinte, Allex Sidrax vai até o templo de Avandra e após sua oração à Pelor conversa com a irmã Linora e ele explica o mal entendido do dia anterior e lhe pergunta sobre Kalarel e um culto maligno. Irmã Linora se surpreende e afirma que em Winterheaven não existe um culto maligno e nem ela conhece alguém com esse nome, mas ficará de olhos abertos quanto a isso.

Novamente reunidos na taverna, todos tomam o desjejum e partem a pé em direção ao covil dos kobolds, mas são emboscados na estrada por um grupo que buscava vingança pela morte de seus companheiros no dia anterior.

Alguns membros do grupo percebem a emboscada e conseguem agir primeiro e a primeira vítima é um draco-sacerdote que é fulminado pelos poderes de Elkantar, o feiticeiro e Vani a ladina.

Quando Vani se aproxima de um guerrilheiro kobold, três draco-escudeiros saem de seus abrigos e a atacam, deixando-a em maus lençóis, mas a intervenção de Allex Sidrax a salva duas vezes de cair diante dos kobolds, que concentram seus ataques pesadamente na halfling.

Durante o combate eu fui bem duro com os jogadores, justamente para fazê-los lembrar das coisas básicas de suas fichas e deixei eles realmente sofrerem. Por exemplo, o primeiro ataque que a halfling desferiu foi um Sly Flourish contra o draco-sacerdote usando uma besta e quando foi cercada pelos demais kobolds desferiu o mesmo golpe, mas sem anunciar que havia trocado de arma, o que gerou três ataques de oportunidade.

Outro momento foi quando o guerreiro anunciou que iria atacar, mas não declarou o poder que lançou, ao invés do poder que ele “pensou” em lançar, considerei um ataque básico.

Essas atitudes fizeram com que daquele momento em diante eles fossem mais cuidadosos com o que estavam fazendo e declarassem com mais precisão as suas ações, mas todos compreenderam muito bem e apoiaram a iniciativa.

Após conseguir derrotar os kobolds eles investigam o local e descobrem algumas moedas e um colar com um pingente de obsidiana que o draco-sacerdote utilizava. Na base da estatueta Vani descobre o desenho de uma caveira com chifres de bode e Mindartis reconhece como sendo uma representação do lorde demoníaco dos mortos-vivos Orcus e as peças começam a se encaixar.

Fim da sessão, todos felizes e sairam comentando sobre os acontecimentos. Instigados para a próxima sessão quando eles terão um encontro muito especial.

Até o próximo reporte da Campanha Vale Nentir.

Escrito por

Um sonhador que gosta de brincar com palavras e criar mundos imaginários.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s