Histórico ou background das personagens

Publicado por

O histórico, ou background de uma personagem de D&D é uma tema polêmico. Alguns narradores (ou mestres) não se importam que as personagens em suas campanhas não tenham uma história, enquanto outros exigem uma verdadeira biografia antes que o jogo comece.

Um fato que notei ao longo dos anos, em algumas mesas que participei, é que os narradores associam a existência de um histórico da personagem ao grau de interpretação do jogo, o que considero um erro, mas isso vai ficar para outro artigo.

Particularmente, acho o histórico essencial, mas não obrigo os jogadores a elaborá-lo. Ao invés disso, solicito algumas informações que me ajudam a nortear a história que criarei e que melhor se enquadra na minha visão da campanha.

Uma das pérolas da terceira edição do D&D foi o livro Hero Builder’s Guidebook, um livro destinado exclusivamente ao desenvolvimento do histórico das personagens.

O livro possui seis capítulos e um apêndice, mas é no capítulo 4, Creating your personal history, que eu me detenho.

Essa seção do livro guia o jogador a desenvolver informações detalhadas sobre a vida do personagem antes de ele se tornar um aventureiro, ou seja, o seu histórico.

São cinco aspectos principais que guiam a criação do histórico da personagem:

  • Lar
  • Família
  • Instrução
  • Eventos na vida
  • Relacionamentos

Normalmente eu pulo a seçao Lar, pois os jogadores já fornecem o local de onde vêem suas personagens e a partir daí é possível saber qual o clima da região, o tamanho da comunidade, etc. As tabelas nesta seção estão divididas em função das raças: Humano, Anão, Elfo, Halfling, Meio-elfo, Meio-orc e Gnomo.

Em Família, a partir de onde eu começo a usar, estão descritos os seguintes aspectos:

  • Status econômico;
  • Posição social;
  • Prontidão de defesa;
  • Ética privada;
  • Ética pública;
  • Comprometimento religioso;
  • Reputação;
  • Visão política;
  • Estrutura de poder;
  • Ancestrais de nota.

Na seção Instrução é apresentado os conhecimentos aos quais as personagens tiverem contato. Então temos:

  • Instrução na infância;
  • Educação formal;
  • Aprendendo um caminho.

Eventos na vida é uma seção que pode trazer algum evento, bom ou mal, que aconteceram na vida da personagem. Apresenta:

  • Eventos na infância;
  • Eventos na juventude;
  • Evento essencial.

Em Relações temos uma das partes mais interessantes logo no começo: nem todo aventureiro teve seus pais mortos. A primeira tabela é pra determinar como estão os pais da personagem e seguem na lista:

  • Pais;
  • Irmãos;
  • Avós;
  • Familiares;
  • Amigos;
  • Inimigos;
  • Instrutor.

O conteúdo do livro pra mim é essencial para montar os históricos das personagens da campanha e já me diverti muito fazendo as rolagens com os jogadores, mas como meu tempo tem estado curto e existem elementos na campanha que eu gostaria de explorar, mas que ficariam difíceis se todas as escolhas fossem tomadas pelos jogadores, entramos nesse concenso. Eles definem linhas gerais do que suas personagens são e eu, com a ajuda do livro citado desenvolvo o resto.

Os resultados vocês podem ver na seção Paralelos > Personagens, onde descrevo o histórico das personagens da campanha Trampolim da Aventura. William Mosley e Hopstar Cordeth já foram atualizados.

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s